Cruzeirense é preso acusado de tráfico de drogas que seria encaminhado para venda em Porto Real, RJ

Um metalúrgico de 29 anos, residente em Cruzeiro, foi preso por policiais militares do 37º BPM, de Resende, quando chegava para trabalhar em uma montadora japonesa situada no Polo Industrial.
Ele é suspeito de tráfico de drogas. Em sua casa e dentro de um veículo, os militares com a ajuda da Polícia Civil de Cruzeiro, apreenderam dois pequenos tabletes de maconha.
A guarnição do Setor ‘Papa’ fazia patrulhamento na Rua Catorze, no bairro Jardim Real, em Porto Real, quando abordou um homem. Em revista, nada de ilícito foi encontrado.
No entanto, os militares desconfiaram do forte odor de maconha que estava nas mãos. Indagado sobre o cheiro de drogas nas mãos, o homem confessou que seria usuário de drogas.
“Pedimos autorização para olhar em seu celular. Após o suspeito desbloquear a tela, havia uma conversa dele com um funcionário de uma montadora e morador da cidade de Cruzeiro (SP), onde estava encomendando um quilo de maconha no valor de R$ 1.600,00”, explicaram os policias que receberam autorização para deslocar até a fábrica para abordar o ônibus que levava os funcionários da cidade paulista para trabalharem em Resende.
“Encontramos o suspeito que, ainda dentro do ônibus afirmou ser usuário de drogas e que em sua residência havia certa quantidade de entorpecente”, contaram os policiais.
Os militares entraram em contato com a Polícia Civil de Cruzeiro que foi até a residência do metalúrgico, no bairro Itagaçaba, onde encontraram certa quantidade de maconha no armário da cozinha e um tablete da mesma droga, que estava dentro de um veículo estacionado em uma rua, na Vila Biondi na zona leste da cidade.
Encaminhado para a Delegacia de Plantão de Cruzeiro o homem foi autuado em flagrante pelo delegado Thales Magno Monteiro Filho, por tráfico de drogas, permanecendo preso. O suspeito foi encaminhado a Cadeia Pública da cidade paulista para audiência de custódia.
Foto: Google Maps

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.