Redução no número de vereadores deve gerar economia de R$ 1 milhão por ano em Itajubá, MG

Lei aprovada em segundo turno diminuiu o número de vereadores de 17 para 11


A redução no número de vereadores, aprovada em 2º turno em Itajubá (MG), deverá representar uma economia de R$ 1 milhão por ano ao município. A partir da próxima legislatura, em 2021, a cidade terá 11 vereadores ao invés dos atuais 17.

A redução foi aprovada com 15 votos a favor e apenas um contra. Apesar disso, o presidente da câmara acredita que a redução pode prejudicar os trabalhos.

“O que eu sempre tinha defendido era a redução dos gastos da câmara. E podemos até provar que com 17 nós gastamos menos com 10. Mas foi um querer da sociedade, um apelo muito grande, e que seja feita a vontade do povo”, explicou o presidente da câmara, Joel da Guadalupe (PSDB).

Itajubá passou a ter 17 vereadores no último mandato. Na época, a população até tentou impedir o aumento em audiência pública. Antes disso, a câmara tinha apenas 10 vereadores.

“O ganho principal vai ser na economia de escala do poder legislativo”, argumenta o vereador Antônio Santi (PSL).

Redução no número de vereadores deve gerar economia de R$ 1 milhão por ano em Itajubá (MG) — Foto: Ricardo Caroba/EPTV

Redução no número de vereadores deve gerar economia de R$ 1 milhão por ano em Itajubá (MG) — Foto: Ricardo Caroba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.