Câmara de Pouso Alegre, MG aceita denúncia contra vereador por quebra de decoro

A Câmara de Pouso Alegre (MG) aceitou nesta terça-feira (25) uma denúncia contra o vereador André Prado (PV) por quebra de decoro. O documento foi encaminhado aos parlamentares pelo prefeito Rafael Simões (PSDB), que acusa o vereador também de injúria e difamação.

Nas acusações, o prefeito alega que Prado quebrou o decoro parlamentar durante o uso da tribuna e que teria cometido os demais atos ao apontar supostas irregularidades do prefeito por compra de medicamentos e materiais médicos no Hospital Samuel Libânio.

A análise da denúncia foi aceita após votação, com oito votos positivos e seis negativos. Com isso, três parlamentares foram sorteados para abrir uma comissão que deve analisar a denúncia. Pelo sorteio, os vereadores Edson Donizeti (PSDB). Rodrigo Modesto (PTB) e Wilson Tadeu Lopes (PV) foram os escolhidos para compor a comissão.

O prazo para análise da denúncia é de três meses. A comissão deve elaborar um relatório deve ser votado novamente pelos vereadores.

Câmara aceita denúncia de injúria e difamação contra vereador de Pouso Alegre — Foto: Edson de Oliveira / EPTV

Câmara aceita denúncia de injúria e difamação contra vereador de Pouso Alegre — Foto: Edson de Oliveira

Irregularidades

Uma sindicância interna realizada pela Fundação de Ensino Superior do Vale do Sapucaí (Fuvs), mantenedora do Hospital das Clínicas Samuel Libânio, em Pouso Alegre, apontou supostas irregularidades em protocolos de atendimentos em nome do atual prefefito e ex-presidente da Fuvs, Rafael Tadeu Simões.

Nesses atendimentos que duraram poucos minutos, foram listados uma grande quantidade de remédios, como antibióticos, e milhares de agulhas e seringas. Embora Rafael Simões tenha feito o pagamento dos itens, a Fuvs diz que o hospital não pode comercializar remédios e materiais no varejo. O prefeito nega que tenha havido irregularidades.

O diretor executivo da fundação disse ainda que os materiais vendidos para o prefeito são exclusivos para pacientes. O relatório da comissão foi enviado aos MPs e à Advocacia Geral do Estado.

Sindicância da Fuvs apontou supostas irregularidades em compras de medicamentos pelo prefeito de Pouso Alegre — Foto: Reprodução EPTV

Sindicância da Fuvs apontou supostas irregularidades em compras de medicamentos pelo prefeito de Pouso Alegre — Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.