Polícia de Atibaia, SP busca comparsas de trio preso por aplicar golpe da falsa cura em idosos

Três homens foram presos na última semana suspeitos de aplicar golpe em idosos em Atibaia (SP).

De acordo com a Polícia Civil, os criminosos ofereciam falso serviço de cura religiosa e no meio do benzimento, furtavam o cartão de crédito das vítimas.

A Polícia Civil procura quatro comparsas do trio nas ações. Os homens presos negam o crime. (leia abaixo)

De acordo com a Polícia Civil, oito vítimas já foram identificadas. Os criminosos abordavam idosos no Centro e perguntavam quais enfermidades eles tinham. Em seguida, o tratamento por meio de um curandeiro era oferecido. A políca obteve imagens que mostram a ação.

Quando os idosos aceitavam a ajuda do curandeiro, eles eram levados até um carro, próximo ao local da abordagem, onde segundo a polícia estava o golpista.

Uma casa também era usada para as abordagens. Tanto veículo quanto a casa tinham, segundo a polícia, imagens de santos e itens religiosos.

Durante o falso benzimento, o homem também oferecia prosperidade econômica. E, para isso, o idoso tinha que segurar o cartão de crédito com a senha.

O cartão era colocado então em um envelope, e durante o falso ato religioso, era trocado por outro.

O curandeiro ainda dizia que o idoso só poderia abrir o envelope após chegar em casa. Com posse do cartão e senha, os criminosos utilizavam o cartão da vítima para fazer compras em loja e mercados até zerar a conta.

Investigação

Depois de registros da ocorrência, os policiais investigaram e conseguiram identificar o veículo usado pela quadrilha.

Com ajuda das câmeras do Centro de Operações Integradas (COI), quando o veículo entrou na cidade, a polícia foi avisada e foi localizado próximo ao posto de saúde no Centro. No momento em que a polícia chegou, os criminosos estavam com dois idosos.

Eles foram presos em flagrante por estelionato e formação de quadrilha. Ainda segundo a polícia, eles negaram o crime, mas um deles já foi reconhecido por uma vítima.

A polícia continua investigando o crime e tenta localizar outros quatro envolvidos que já foram identificadas.

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.