Homem é preso suspeito de agredir e estuprar namorada em no bairro Henedina Cortez Bragança Paulista, SP

Um homem de 34 anos foi preso no fim da tarde desta segunda-feira (8) suspeito de agredir, estuprar e manter a namorada em cárcere privado em Bragança Paulista (SP). A vítima, de 29 anos, foi socorrida e passa bem.

De acordo com a Guarda Civil, os agentes foram acionados por volta das 17h30 para atender uma denúncia de que uma mulher estava sendo agredida e mantida em cárcere privado pelo companheiro em um apartamento no bairro Henedina Cortez.

Com a ajuda de um familiar, os guardas conseguiram que o autor abrisse a porta do imóvel e viram as lesões no rosto da vítima. De acordo com a mulher, as agressões começaram após ela se negar a ter relações sexuais com o namorado. Ela teria sido estuprada e agredida em seguida.

Além das agressões, o autor também teria a ameaçado de morte, caso ela o denunciasse. Entre as roupas dos filhos do casal foram encontradas pequenas porções de maconha que o homem alegou ser para uso pessoal.

Ele resistiu à prisão, sendo necessário uso de força moderada, técnicas de imobilização e uso de algemas para contê-lo. Em seguida, foi levado para a delegacia. Durante o trajeto, ele ameaçou e desacatou os guardas.

Já a mulher foi levada para a Santa Casa para atendimento médico e exames para comprovar o abuso. Depois, foi chamada para prestar depoimento.

Investigação

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) informou que instaurou inquérito policial para investigar o caso. E a vítima já havia registrado outras ocorrências contra ele na DDM.

O homem ficou preso por violência doméstica, lesão corporal, ameaça, sequestro e cárcere privado contra sua namorada. Ele ainda responderá por resistência à prisão, desacato e armazenamento de drogas para consumo próprio.

Foto: Street View/Google

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.