Quatro são presos após sequestro e tortura de homem e mulher por vingança em São José dos Campos, SP

Quatro pessoas foram presas após sequestrarem e torturarem um homem e uma mulher na noite desta terça-feira (17) na região da favela Santa Cruz em São José dos Campos (SP). Segundo a polícia, o grupo pretendia matar as vítimas para vingar um assassinato. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Policiais do Batalhão de Ações Especiais (Baep) faziam uma ronda na região quando suspeitaram de um carro com seis ocupantes. Ao receber ordem de parada, um dos passageiros arremessou uma arma de fogo, que foi apreendida pela polícia.

Segundo a polícia, dois dos ocupantes do carro, de 21 e 44 anos, tinham sido sequestrados no bairro Vila Maria e foram levados até o local para uma sessão de tortura. No celular de um dos suspeitos, os policiais encontraram vídeos das vítimas amarradas e sendo agredidas.

Depois das agressões, o grupo detido colocou as vítimas no carro com destino a uma área de mata onde pretendiam executar e abandonar os corpos. As duas vítimas foram socorridas com lesões pelo corpo, principalmente na cabeça, para o Pronto-Socorro da Vila Industrial.

Vingança

A tortura, segundo a polícia, foi motivada pela vingança pelo homicídio do irmão de um dos presos. O homem e a mulher foram apontados pelo grupo como responsáveis pela morte de um homem de 33 anos.

A vítima havia desaparecido no dia 2 de outubro depois de sair de Guararema com destino a Jacareí para comprar mudas de plantas para o viveiro que mantinha com a esposa. Após mais de 24h sem retornar, a família registrou o desaparecimento na Polícia Civil de Guararema.

No dia 11 de outubro, durante uma busca, os parentes reconheceram o corpo do homem que constava como sem identificação no Instituto Médico Legal (IML) de São José dos Campos. Ele foi morto durante um incêndio em uma casa na cidade.

A suspeita da família à época era de que ele fosse vítima de um latrocínio, porque o carro que ele usava, uma caminhonete, não havia sido encontrada. O caso foi registrado na Polícia Civil como morte suspeita e até o momento não há suspeitos de envolvimento no caso.

Entre os quatro envolvidos na agressão e sequestro está o irmão da vítima, de 31 anos. Além dele, outras três pessoas – de 43, 33 e 26 anos – também foram presas. Além do revólver, a polícia apreendeu um simulacro com o grupo. A Polícia Civil Investiga o caso.

Foto: Divulgação/Polícia Militar