Homem morre ao assaltar joalheria em Valença, RJ e fazer idosa refém; veja vídeo

Populares se aglomeram em frente a joalheria assaltada (crédito Divulgação)

 Valença teve uma manhã de violência hoje (05). Um homem, não identificado, foi morto pela Polícia Militar, na manhã desta quarta-feira, 5, após assaltar a Joalheria Barra Joias, na Avenida Nilo Peçanha, no Centro de Valença. 

Na fuga, de acordo com policiais, ele fez uma idosa refém, quando a vítima passava próxima ao mercado municipal, já na Avenida Benjamim Guimarães,  mas acabou morto por um policial militar .

O agente chegou a ordenar que o bandido saltasse a idosa, mas o suspeito não obedeceu.  A perseguição continuou e houve troca de tiros entre o PM e o marginal. O policial  atirou atingindo o ladrão, no momento em que a mulher tropeçou e caiu no chão.

O PM recuperou as joias roubadas pelo bandido, que estavam numa mochila, e um revólver  de calibre 38, usados pelo criminoso. Segundo testemunhas, o ladrão entrou na joalheira anunciando o assalto, rendendo funcionários. 

Após fugir do estabelecimento, o dono da loja pediu ajuda aos policiais militares que estavam numa viatura próximo ao local do assalto.

Em imagens que circulam nas redes sociais é possível ver um policial se aproximando do assaltante, que mantém a arma apontada para a refém.

Ao sair da calçada para a rua, a idosa caiu, momento em que ele teria dado a impressão de que iria atirar, levando o agente a disparar.

O assaltante morreu na hora. A idosa foi  identificada como Tereza de Jesus Ferreira Sacramento, de 83 anos,  encaminhada ao Hospital Escola de Valença para passar por exames. Ela também estava sendo aguardada na 91ª DP (Valença) para prestar depoimento ao delegado titular Luciano Coelho.

Até o início da tarde desta quarta-feira, o corpo do suspeito ainda não tinha sido removido para o Instituto Médico Legal de Barra do Piraí.

Homem morto na fuga, de acordo com policiais, ele fez uma idosa refém (Foto: Rede Social)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.