Morre o radialista cruzeirense Antônio Célio ‘O Regaço’ aos 64 anos em Taubaté, SP

Redação – Morreu na noite de ontem (06) no HR de Taubaté o conhecido radialista cruzeirense Antônio Célio, 64 anos.

O Regaço como também era conhecido por causa de seu bordão, estava internado a dias no HR, após ser encontrado desacordado em uma rua no centro de Cruzeiro, sem documentos, celular e a sua bicicleta envenenada.

Segundo informações Antônio Célio da Silva teve traumatismo craniano, que se agravou com uma bactéria em seu pulmão.

Foi feito na época um boletim de ocorrência por desaparecimento. Após busca pela família Antônio Célio foi encontrado no HR sem documentos e na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Antônio Célio iniciou sua carreira como radialista e comunicador sertanejo na antiga Rádio Cruzeiro (RC Vale) passou pela Rádio Mantiqueira e em outras rádios da região.

Tornou-se locutor por acaso ao assumir o microfone da Rádio Cruzeiro para ler um anúncio. Agradou com seu jeito simples e coloquial e acabou sendo contratado. Trabalhou também com o radialista e advogado Carlos Coelho no  Jornal das Sete.

Tornou-se muito conhecido em Cruzeiro e região na década dos anos 80. Eternizou bordões como “O Regaço” “Bicicleta Envenenada” entre outros.

Até o momento não fomos informados o horário e o local que o radialista será velado e sepultado.

Foto: Reprodução/Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.