Casais denunciam empresa de filmagem por golpe em São Lourenço, MG

Uma empresa de filmagem está sendo acusada de golpe por pelo menos 20 casais que contrataram o serviço. Localizado em São Lourenço (MG), o negócio é especializado em filmagens de casamentos.

Enquanto alguns casais dizem que os funcionários nem compareceram à cerimônia, outros afirmam que eles chegaram a fazer o serviço, mas não entregaram o material, conforme acordado em contrato.

A dentista Tatyana Cristina Sanches e o marido Estevam Junqueira Lopes pagaram R$ 3,7 mil à empresa e só descobriram na véspera do casamento que tinham caído em um golpe.

“Meus avós iam entram com as alianças, a gente queria muito ter esse momento registrado. Foi especialmente por isso”, relata. “No dia do nosso casamento, ao meio-dia, a gente estava em outra empresa fechando contrato, arrumando as coisas, muitas coisas acontecendo e a gente com mais uma preocupação que a gente não queria”, acrescenta o empresário.

Já a estudante Natália de Souza Guedes Carvalho conta que os cinegrafistas foram ao casamento, e inclusive aparecem em algumas fotos tiradas no evento, mas diz que conseguir contato com eles é impossível. “A gente sonha tanto com esse dia, fica imaginando como vai ser o dia e depois acontece isso”, lamenta.

Fotos tiradas pelo celular são as únicas lembranças que Beatriz tem do casamento — Foto: Reprodução EPTV

Fotos tiradas pelo celular são as únicas lembranças que Beatriz tem do casamento — Foto: Reprodução

Reclamações

Além de ter várias reclamações públicas na página da empresa nas redes sociais, o local que consta no contrato como sede é um escritório de advocacia.

Sem o endereço, a médica Beatriz Guedes Verçosa só conseguiu receber o material, sem edição, depois de ir na casa de um dos sócios.

“Eu levei meu HD externo para lá e ele me deu o material. No meu caso, eu consegui, mas fico pensando nas noivas que não conseguiram ter o casamento feito, ou que tiveram que contratar outra no dia ou véspera do dia. É bem triste mesmo”, afirma.

A reportagem tentou contato com a empresa, mas até a publicação desta reportagem não havia conseguido retorno.

Pessoas reclamam da empresa nas redes sociais — Foto: Reprodução EPTV

Pessoas reclamam da empresa nas redes sociais — Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.