‘Se não morrer por bem, morre por mal’, diz homem preso por ameaçar ex-companheira em Paraíba do Sul, RJ

Um homem, de 27 anos, foi preso na noite de quinta-feira (7) após a ex-companheira denunciá-lo pelas ameaças que estava sofrendo. Ele foi encontrado na Rua Travessa Martiniano Abraão, em Paraíba do Sul, no Sul do Rio de Janeiro.

Segundo a Polícia Militar (PM), no momento em que ela estava na delegacia fazendo a queixa, o suspeito mandou mensagens de áudios no celular da vítima contanto as barbaridades que faria. Além disso, também disse que ela poderia mandar a polícia atrás dele, pois não estava nem aí.

“Você sabe que, na minha condição como advogado, você não tem direito a nada (enquanto dizia essa frase, debochava da situação). 9h eu quero meus filhos e pronto. Você tá me ouvindo? Tô nem aí. Eu vou atrás de você de qualquer jeito. Guarda o áudio pra usar contra mim. Mas você se cuida porque eu sou réu primário. Quando eu sair, não brota na minha frente porque você não sabe com quem está se metendo, você vai ser a primeira a deitar. Eu quero que você morra. Se você não morrer por bem, morre por mal”, disse o homem em um dos áudios.

Policiais civis e militares encontraram o suspeito na casa de sua avó. Ele foi encaminhado à 107ª Delegacia de Polícia (Paraíba do Sul), onde ficou preso em flagrante por ameaça, com base na Lei Maria da Penha.

Foto: Google Maps

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.