Secretaria da Mulher de Volta Redonda, RJ vai apurar vídeo sobre a suposta agressão a idosa

O caso da suposta agressão a uma idosa está sendo apurado pela Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos de Volta Redonda. A responsável pela pasta, Deyse Penna, disse que através do Cepai (Centro de Pré-Atendimento ao Idoso), vai investigar o teor do vídeo gravado, na Vila Santa Cecília, em Volta Redonda, por uma câmera de segurança.

https://diariodovale.com.br/wp-content/uploads/2019/07/agress%C3%A3o-idosa2.mp4?_=1

Nas imagens a idosa, acompanhada de duas mulheres – que seriam a filha e a sobrinha – desce de um carro e ao atravessar a rua com dificuldades, se amparando num andador, uma das mulheres, acaba puxando a senhora que cai. No vídeo aparece ainda a mulher batendo duas vezes com algo (parecem chinelos) nas costas da idosa.

Já a outra assiste passivamente, até que ajuda a levantar a idosa. Um casal interveio na situação e também aparece discutindo com as duas mulheres questionando a possível agressão. Ainda segundo relatos, a Polícia Militar foi ao local, mas não houve registro do caso na delegacia. O vídeo vem, desde ontem, ganhando destaque e questionamentos nas redes sociais.

A secretária Dayse Penna explicou que a idosa e suas parentes não moram em Volta Redonda, mas em outra cidade da região e as informações levantadas serão transmitidas ao Creas (Centro de Referência em Assistência Social) da cidade onde elas residem.

– Vamos apurar os fatos e provavelmente notificaremos o Ministério Público – disse Dayse.

Apurando 

O delegado da 93 DP, Atala, que acumula o plantão da Deam, instaurou inquérito para apurar o caso envolvendo a idosa. A informação foi repassada pelo vereador Dinho,  que é presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara Municipal, que disse ter tratado do assunto com o delegado na manhã desta sexta-feira, 12.  O delegado, ainda de acordo com o parlamentar, já está analisando as imagens publicadas na rede social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.