Argentino é preso com cerca de 800 comprimidos abortivos em Campanha, MG

Argentino é preso com cerca de 800 comprimidos abortivos no Sul de MG  2

Polícia – Um argentino foi preso em Campanha (MG) com cerca de 800 comprimidos Cytotec, medicamento proibido no Brasil, na noite desta quinta-feira (30).

O produto é conhecido por ser usado para induzir aborto e foi banido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A suspeita da Polícia Civil é que o remédio tenha sido trazido no exterior para ser comercializado na região.

A polícia chegou até o argentino depois de uma denúncia anônima. O suspeito, de 59 anos, foi preso em flagrante.

“Os investigadores foram ao local onde foi indicado e realmente eles encontraram esse argentino com uma quantidade considerável de medicamentos.

Seria o medicamento Cytotec, seriam quase 80 cartelas contendo 10 comprimidos cada”, afirmou o delegado Fernando Gattini Júnior.

Outros remédios de efeito abortivo e diversas seringas também estavam no carro do argentino. “Váriou outros medicamentos que, em uma pesquisa informal, nós já descobrimos que pode ser usado como abortivo, mas o principal aí seria o Cytotec, que é banido no Brasil, não pode ser vendido.

E a denúncia será de que ele estaria comercializando este Cytotec”, explicou o delegado. Na delegacia, o comerciante não quis dizer como conseguiu e para quem distribuía os produtos.

“Sobre os medicamentos, ele não tinha documento nenhum. E a gente acredita que eles sejam estrangeiros mesmo, mas documentação não tinha nenhuma”, disse Gattini Júnior.

Na delegacia, o suspeito chegou a dar outra versão, dizendo que veio ao Sul de Minas tratar de questões sobre a separação dele com a ex-mulher, que mora na cidade de Lambari (MG) e que veio ver o filho, que mora na cidade.

Disse ainda que atualmente mora na Argentina e que só ficou na pousada em Campanha porque não queria ficar na casa da ex-mulher.

O carro do suspeito, com placas da Argentina, também foi apreendido. O homem foi preso em flagrante e levado para o presídio de Três Corações (MG). Já os remédios devem passar por perícia na delegacia da Polícia Civil de Campanha.

Ex-mulher pode ter participado do esquema
A policia investiga ainda se a ex-mulher do comerciante tem participação no crime. Em 2015, ela foi presa por aplicar de forma ilegal anabolizantes em pacientes em Lambari.

“Porque parece que temos uma denúncia de que a ex-mulher também possa estar envolvida em delito desta mesma natureza. Parece que ela se passava por uma médica na cidade de Lambari, fazendo práticas de medicina e, inclusive, parece que foi até autuada em flagrante”, contou o delegado.

Ainda conforme Gattini Júnior, outras pessoas também estão sendo investigadas por envolvimento na venda dos medicamentos.

Riscos do Cytotec
Segundo o clínico geral Walter de Abreu, o medicamento pode causar até morte e por isso foi proibido no Brasil.

“Um medicamento inicialmente criando para inibir processos de vômitos, é um antiemético, que posteriormente foi usado como abortivo, tendo como efeito colateral hemorragia e podendo levar a pessoa até o choque e até o óbito. É um remédio que foi banido justamente pelos seus efeitos colaterais.

O risco é uma hemorragia aguda, uma hemorragia de grande vulto, por isso a Anvisa aboliu o uso dele no Brasil. E o uso que está sendo feito atualmente e indevidamente é contrabandeado”.

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.