Presidente do CNS, Fernando Bigatto agradece a participação de Cruzeiro, SP na 16ª Conferência Nacional de Saúde em Brasília

A cidade de Cruzeiro esteve presente em Brasília com os Delegados Estadual e Nacional e Saúde, Sebastião Ferraz e Rodrigo Peixoto.

O evento aconteceu de 04 a 07 de agosto no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade Asa Sul – Brasília – Distrito Federal.

A 16ª Conferência Nacional de Saúde, realizada de 4 a 7 de agosto de 2019, reuniu cinco mil pessoas em Brasília, em defesa do SUS, em defesa da vida.

A CNS quer mostrou a ideia de luta e resistência em defesa do SUS, contemplando as várias caras e demandas da população brasileira. Negras e negros, indígenas, Mulheres, Povos e Comunidades Tradicionais, LGBTs, Juventudes, dentre tantos outros segmentos que compõem a sociedade brasileira. A ideia é unificar as diferentes lutas para que não deixemos morrer a maior política social do país.

O presidente do CNS Fernado Bigatto agradeceu a participação da cidade de Cruzeiro nesse vento de âmbito nacional.

“Gostaria de dar um abraço no povo de Cruzeiro, no Estado de São Paulo. Estamos aqui com o delegado Sebastião Ferraz, nossa 16° 8ª + 8, agradecer a contribuição de todas e todos ai do município de Cruzeiro que enviou as propostas para a estadual e agora nacional para mantermos o Sistema Único de Saúde onde esta ameaçado. Vamos seguir juntos e lutando, um forte abraço para o povo de Cruzeiro”, finaliza Bigatto.

Histórico:

Fernando Zasso Pigatto, 47 anos, é casado com Marla Salin Pigatto e pai de Cassiano (22) e Vitor (16). Nascido em Júlio de Castilhos e residente em Rosário do Sul (RS), é conselheiro nacional de saúde desde 2014, representante da Confederação Nacional das Associações de Moradores (Conam). Foi eleito presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS) nesta sexta (14/12), indicado pela sua entidade, e segue com mandato até 2021.

“O papel do controle social no Brasil nunca foi fácil. De mãos dadas, vamos conseguir superar as adversidades. O funcionamento do CNS é essencial para a democracia e tem que continuar existindo plenamente, dialogando com a gestão, mas também cobrando a execução das políticas de saúde”, disse o novo presidente.

Fernando Pigatto é formado em Gestão Ambiental pela Universidade Norte do Paraná (Unopar). Desde jovem trabalhou na agricultura, depois tornou-se comunicador no Jornal Gazeta de Rosário, foi chefe de gabinete da Prefeitura Municipal de Santa Maria, em 2001, assessor no Projeto Consórcio Social da Juventude do Programa Primeiro Emprego do Governo Federal na região metropolitana de Porto Alegre, de 2005 a 2006, e assessor parlamentar na Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

Iniciou sua atuação social na década de 1980 em grupos de jovens da Pastoral da Juventude e Comunidades Eclesiais de Base (CEB’s) da Igreja Católica. Na década de 1990, assumiu direção em entidades do movimento estudantil secundarista e universitário e em Associação de Produtores Rurais da Agricultura Familiar. Nos anos 2000, iniciou participação no movimento comunitário, sendo presidente da Associação de Moradores do Bairro Primavera e Secretário Geral da União de Vilas e Bairros (UVB) de Rosário do Sul.

Como dirigente estadual no Rio Grande do Sul, passou por diversas funções e atualmente é presidente da Federação Gaúcha das Uniões de Associações de Moradores e Entidades Comunitárias (FEGAMEC). Como dirigente nacional, Pigatto foi Diretor de Planejamento, Secretário Geral e atualmente é Diretor de Saúde da Conam.

No controle social, participou de conferências, seminários, congressos, simpósios, jornadas, assembleias, grupos de trabalho, câmaras técnicas, comissões e conselhos, como o Conselho Nacional das Cidades (na Câmara Técnica de Saneamento Ambiental). No CNS, foi coordenador da Comissão Intersetorial de Vigilância em Saúde, responsável pela coordenação da 1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde e pela aprovação da Política Nacional de Vigilância em Saúde (PNVS).

Luta popular organizada

A Conam tem sede na cidade de São Paulo (SP) e foi fundada no dia 17 de janeiro de 1982.  Está presente no movimento nacional popular e comunitário, tendo como seu papel organizar as federações estaduais, uniões municipais e associações comunitárias, entidades de bairro e similares.

Fotos: A Gazeta / Sebastião Ferraz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.