Suspeitos no sequestro da família de gerente do Banco do Brasil de Olímpio Noronha, MG são presos

Esposa do gerente reconheceu os dois envolvidos e o local do cárcere, através de fotos enviadas pelos militares

Um casal foi preso na madrugada desta quinta-feira (08/08) por suspeita de envolvimento no sequestro e extorsão do Gerente do banco do Brasil e esposa, em Olímpio Noronha nesta terça-feira (06).

Segundo informações da Polícia Militar de Olímpio Noronha, após contato com os Militares da 66º Batalhão em Betim, a guarnição realizou o rastreamentos dos bandidos e durante a madrugada desta quinta-feira (08/08) encontraram um casal e o cativeiro no bairro São Caetano, onde a esposa do gerente era mantido refém durante a extorsão.

Ainda segundo a PM, o casal suspeito estava de posse de vários documentos e a vítima, esposa do gerente reconheceu através de fotos enviadas pelos militares o dois envolvidos e o local do cárcere. Já o dinheiro roubado, ainda não foi recuperado.

A suspeita no envolvimento é a Marly Oliveira dos Santos, de 46 anos do estado da Bahia e o suspeito G. A. F. 29 anos, não teve o nome revelado para não atrapalhar as investigações da PM. A Polícia suspeita de mais pessoas envolvidas no crime.

O sequestro

Segundo informações da Polícia Militar, os bandidos fizeram os sequestros das vítimas e deixaram em cárcere privado na casa da família no centro da cidade.

A esposa do gerente foi levado por um deles até a cidade de Betim, onde foi libertada. Ainda segundo informações da PM, durante esse tempo em que os bandidos dominavam sua esposa, os outros comparsas extorquiram o Gerente da Agência do Banco do Brasil.

A Polícia também contou que, pelo menos dois bandidos ficaram na residência do gerente e que o tempo todo o ameaçavam e falavam que a esposa iria morrer se ele não entregasse o dinheiro do banco.

Os bandidos exigiram uma quantia, não revelada, ao gerente, para libertar a mulher, que foi obrigado a ir ao banco nesta manhã de quarta-feira (07/08) e sacar o valor exigido.

Assim que os bandidos receberam o dinheiro, evadiram do local e libertaram a mulher do Gerente na cidade de Betim, na Rodovia Fernão Dias. Ninguém ficou ferido nesta ação.A Polícia Militar recebeu essa informações através das próprias vítimas na tarde desta quarta-feira. Com apoio, a Polícia Civil esta no caso. As vítimas deram detalhes sobre os homens que participaram do sequestro e extorsão para a Polícia investigar.

A Perícia da Polícia Civil de Três Corações foi acionada e fez o serviços de praxes dentro do banco, na residência do Gerente e colheu imagens de câmeras de segurança.

Até o momento nenhum suspeito foi preso. A Polícia está no rastreamento.

Fonte: MINAS HOJE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.