Conselho Tutelar: cidades começam a divulgar resultados da eleição 2019; nove terão nova votação

Cidades começaram a divulgar nesta segunda-feira (7) o resultado das eleições para Conselho Tutelar, que ocorreram neste domingo (6). Em 16 capitais e no Distrito Federal já são conhecidos os novos conselheiros. Em Curitiba e outras 8 cidades, a votação foi cancelada, por problemas com urnas e denúncias de irregularidades, como compra de votos (entenda cada caso mais abaixo).

Neste ano, a eleição ganhou importância devido à polarização dos candidatos, opondo integrantes de alas de igrejas católicas e evangélicas. Em muitos locais, o comparecimento às urnas foi maior que o esperado, e houve filas e demora para votar. Podia participar qualquer pessoa com título de eleitor.

Os conselheiros são responsáveis por zelar pela proteção de crianças e adolescentes, e recebem remuneração, que varia de cidade para cidade. Eles assumem em 10 de janeiro 2020 e terão mandato de 4 anos. É cabível a reeleição por vários mandatos.

A eleição é organizada pelos conselhos municipais de direitos da criança e do adolescente, e fiscalizada pelo Ministério Público.

RESULTADOS

São Paulo

  • São Paulo: Veja aqui quem são os eleitos em 49 regiões da capital. Em três dos 52 Conselhos Tutelares não houve votação porque as eleições foram impugnadas. São eles: Pirituba e Pinheiros, ambos na Zona Oeste, e em Lajeado, na Zona Leste. A Prefeitura marcará uma nova data para a votação nesses bairros.
  • Jundiaí: saiba quem são os 15 eleitos.
  • São José do Rio Preto: veja os 10 eleitos.
  • Presidente Prudente: veja os 10 eleitos.
  • Bauru: veja os 10 eleitos.
  • Marília: veja os 10 eleitos.
  • Araçatuba: veja os 5 eleitos.
  • Piracicaba, Limeira e Santa Bárbara d’Oeste: veja as listas.

Distrito Federal

Saiba quem são os 200 eleitos no DF. Mais de 130 mil pessoas votaram.

Goiás

  • Goiânia: veja a lista dos 30 eleitos. Alguns eleitores reclamaram de longas filas, demora para votar e confusão quanto aos locais de votação.

Amazonas

Ceará

  • Fortaleza: veja os 40 eleitos. Durante a votação, os eleitores de Fortaleza encontraram filas longas e reclamaram de desorganização. Foram mais de 130 mil votos.
  • Juazeiro do Norte: veja os 10 nomes eleitos. Quase 14 pessoas votaram.

Pará

Rio Grande do Sul

  • Porto Alegre: veja os 50 nomes escolhidos. Foram 43 mil eleitores, quase o triplo registrado na última eleição, em 2015, quando cerca de 16 mil votaram.

Paraná

  • Ponta Grossa: saiba quem são os 15 eleitos. Cinco denúncias de oferta de transporte de eleitores e compra de votos estão sendo apuradas.
  • Guarapuava: veja os 10 eleitos. Quase 4 mil votos válidos foram registrados.

Santa Catarina

  • Florianópolisveja os 20 escolhidos. Houve duas denúncias no dia da eleição. Uma envolvendo o transporte irregular de eleitores e outra de suspeita de boca de urna.

Paraíba

  • João Pessoaveja os 35 eleitos. No domingo, eleitores reclamaram de grandes filas, desorganização e lotação nos colégios. A comissão eleitoral disse que o número de eleitores triplicou em relação à ultima votação: foram 38 mil neste ano.
  • Campina Grande: saiba quem são os 20 eleitos.

Piauí

  • Teresina: veja a lista dos 25 eleitos. Quase 40 mil pessoas votaram. Houve grandes filas demora, porque o comparecimento às urnas foi maior que o esperado.

Mato Grosso

  • Cuiabá: veja a lista dos 30 eleitos. Mais de 16 mil moradores foram às urnas.

Minas Gerais

Espírito Santo

  • Vitória: confira a lista dos 15 eleitos e o número de votos obtidos por cada um. Ao todo, 6,7 mil moradores foram às urnas.

Rio Grande do Norte

  • Natal: veja os 20 nomes escolhidos. Um candidato foi preso por desacato aos mesários. Também houve pelo menos duas denúncias de propaganda fora do prazo. Foram registradas filas na maior parte dos locais de votação.

Sergipe

  • Aracajuveja os 30 eleitos. Cresceu 58% a participação popular em comparação com o pleito realizado em 2015.

Amapá

  • Macapá: saiba quem foram os 10 eleitos. Mais de 36 mil eleitores foram às urnas. Houve filas nos locais de votação no final da tarde de domingo.
  • Santana: veja os 5 eleitos.
  • Mazagão: veja os 5 eleitos.

Roraima

Pernambuco

Rio de Janeiro

Bahia

ELEIÇÕES CANCELADAS

Em algumas cidades, a votação foi cancelada e ocorrerá em novo dia. Entenda cada caso:

  • Curitiba: foram registradas inconsistências em relação às urnas, aos nomes e aos números dos candidatos em alguns pontos de votação. Também houve registro de candidatos levando eleitores para os locais de votação.
  • Porto Velho: por problemas burocráticos, a votação ficou para novembro. Houve atraso na escolha da empresa para aplicação de provas aos candidatos a conselheiros tutelares.
  • Ferraz de Vasconcelos (SP): foram recebidas denúncias de crimes eleitorais, como transporte ilegal de eleitores, compras de votos e boca de urna. Um homem foi filmado entregando dinheiro em frente a um local de votação. Também houve problemas nos equipamentos de votação.
Vídeo mostra homem entregando dinheiro em frente a um ponto de votação para o conselho tutelar de Ferraz de Vasconcelos, no domingo (6) — Foto: Reprodução/ TV Diário

Vídeo mostra homem entregando dinheiro em frente a um ponto de votação para o conselho tutelar de Ferraz de Vasconcelos, no domingo (6) — Foto: Reprodução/ TV Diário

RISCO DE CANCELAMENTO

A eleição no Rio de Janeiro foi marcada por denúncias de irregularidades, como boca de urna, compra de voto, caravana de eleitores patrocinada por movimentos religiosos, eleitores ameaçados ou que não conseguiram votar. Ainda não foi definido se a votação será cancelada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.