Deputada Leticia Aguiar vai pessoalmente averiguar denúncia em Escola Estadual do Jardim das Indústrias, em São José dos Campos, SP

A denúncia de mães de alunos da escola, foi como um pedido de socorro pelas redes sociais, e deram conta de que a unidade de ensino teria realizado aulas sobre sexo e deixado um mural expondo textos e imagens com mensagens de ideologia de gênero, e temas sobre sexo livre (Homem X Homem e Mulher X Mulher) ,  em local de acesso para alunos do 6° ao 9° ano (crianças de 11 a 14 anos).

A deputada Leticia Aguiar acompanhada de seu chefe de gabinete, Anderson Senna, foram pessoalmente à Escola Estadual Prof. Maria Aparecida Veríssimo Madureira Ramos, no Jardim das Indústrias, Zona Oeste de São José dos Campos.

De posse de imagens enviadas por mães de alunos, em que era possível ver cartazes com mensagens LGBT e temas sexuais, a deputada conversou por telefone com o Prof. Miguel Nagib, idealizador do “Escola Sem Partido”, que confirmou ter recebido denúncias.

Em suas redes sociais a deputada transmitiu ao vivo a jornada de fiscalização. A deputada procurou pela diretora e foi recebida em sua sala onde confirmou as informações da denúncia.

Segundo a diretora, a escola teria realizado uma palestra, em horário de aula, ministrada por um voluntário não identificado com tema: “NÃO AO PRECONCEITO”. A diretora informou que os pais estavam cientes sobre a palestra, mas não mostrou nenhum documento confirmando.

Após recusa da diretora em permitir o acesso às dependências da escola, a equipe da deputada acionou a Polícia Militar, para que pudesse verificar se o “Mural” com os cartazes e mensagens ainda estavam expostas aos alunos.

Leticia Aguiar assumiu compromisso de entrar em contato com o secretário Estadual de Educação, Rossieli Soares e com a delegacia de ensino, para pedir providências no sentido de averiguar este tipo de conteúdo exposto em horário de aula, e principalmente por um agente externo à rede.

Após diálogo com a diretora, mas já com a presença de uma viatura da Polícia Militar, a deputada Leticia Aguiar entrou na escola para verificar se o material ainda estaria exposto.

E para surpresa de todos ao chegar ao local, (um quadro mural em frente a cantina em área de grande circulação de alunos de todas as idades), o material já havia sido retirado. Provavelmente retirado enquanto a deputada era impedida de entrar.

Assista o Vídeo na íntegra no link abaixo: https://www.facebook.com/leticiaaguiaroficial/videos/2438638716463334/

Fonte/Foto: Eduardo Pandeló / Assessor de Imprensa

Fechado para comentários.