Prefeito de Piraí Dr. Luiz Antonio participa do Seminário Confluir do Comitê Guandu/RJ

O prefeito de Piraí e presidente da Associação dos Municípios do Rio de Janeiro, Dr. Luiz Antonio (PDT), participou, nesta quinta-feira (13), do Seminário Confluir, realizado na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (URRRJ) pelo Comitê Guandu-RJ. O seminário reuniu pesquisadores e membros do Comitê Guandu para debater o abastecimento de água e o esgotamento sanitário da Região Metropolitana.

O tema do Seminário foi discutido com abordagens institucional, de gestão e técnica. Dr. Luiz Antonio falou durante o painel: Gestão das águas: da nascente à torneira – qual nosso papel?

“O Município pode contribuir muito da nascente à torneira.  Porque ele pode contribuir com políticas efetivas na produção da água. O Município pode contribuir no conduzir das águas. O Município é o detentor dos direitos que a gente outorga na questão da água e esgoto. Nosso objetivo é que as pessoas vivam bem, que recebam água de qualidade. E quem vive da água, possa viver com qualidade”, disse Dr. Luiz Antonio, sendo aplaudido pelo  grupo de pescadores presentes no Seminário.

Na função de presidente da Aemerj, Dr. Luiz Antonio citou a reativação das atividades na área ambiental – considerada essencial.

“Pela Aemerj, com todas as dificuldades, nós conseguimos recontratar duas atividades que nós consideramos essenciais. Uma delas foi o Departamento Jurídico. Mas a outra especializada foi na Área Ambiental para justamente melhorarmos a nossa capacidade técnica”, explicou.

Participaram do Seminário: o assessor da Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade do Rio de Janeiro, Edson Falcão; o diretor de Segurança Hídrica e Qualidade do Inea, Hélio Vanderlei; o professor e pesquisador da UFRRJ, Décio Tubbs; o engenheiro ambiental da Agenersa, Carlos Pessoa; o presidente da ABES-RJ, Miguel Alvarenga Fernandez; a professora e pesquisadora da UERJ, Rosa Formiga; o jornalista e gestor ambiental, Emanuel Alencar; o professor e pesquisador COPPE/URRJ, Jerson Kelman; o coordenador geral da FFCBH, José Arimathea; e a diretora de gestão da AGEVAP, Juliana Fernandes. O secretário Municipal de Meio Ambiente de Piraí, Mário Amaro, também esteve no seminário acompanhando o prefeito.

Por Geferson Henrique Pedro – Assessoria de Imprensa