Para se defender, vereador Paulo Vieira de Cruzeiro, SP ataca desafetas através de redes sociais

Desde que anunciou pretender ser candidato a Prefeito na cidade de Lavrinhas, o vereador do PR de Cruzeiro, Paulo Vieira, começou a sofrer violentos ataques pelas redes sociais de um grupelho de meia dúzia de pessoas, liderados por uma “blogueira” que tem estreitas ligações com dois ex-vereadores de Cruzeiro, um que pretende ser candidato a prefeito aqui em Cruzeiro, e outro que pretende ser candidato a prefeito em Lavrinhas.    

Cansado dos ataques, o vereador do PR de Cruzeiro, Paulo Vieira, usou as redes sociais para se defender e cobrar dívidas pendentes de uma de suas desafetas, integrante do grupelho agressor. 

O vereador escreveu que a professora Suely Fonseca, não estaria falando com ele por causa de cheques e falsificação ideológica.

Em outro post o vereador alega que a professora e outra senhora conhecida por ele como “Seabrinha” não queria papo com ele.

Uma terceira pessoa, que interpretamos ser a tal “blogueira”, é citada nos post do vereador, onde ele diz que ela era fraquinha, mas não corrupta, e que tem provas materiais sobre uma de suas desafetas que pode até levá-la a prisão.

O vereador Paulo Vieira é conhecido como intempestivo e sem papas na língua, mas depois desses posts, as pessoas querem saber afinal quais são estas provas que o vereador tem contra Suely Fonseca e “Seabrinha”.

Como todos sabem em Cruzeiro, que Suely, “Seabrinha” e a “blogueira” que são as pessoas citadas na nota escrita por Vieira, alegam que lutam pela população cruzeirense que elas garantem que não tem voz para reivindicar seus direitos.

O certo é que depois do ocorrido, o grupelho de meia dúzia de pessoas praticamente sumiu das redes sociais, deixando a “blogueira” isolada e sozinha, abandonada à própria sorte.  

O Portal A Gazeta abre espaço as pessoas envolvidas no post, para que se pronunciem sobre o fato ocorrido.