Menor morre ao ser espancado por cerca de 20 jovens em Volta Redonda, RJ

Cidades – O delegado titular da 93ª DP (Volta Redonda), Eliezer Lourenço, está investigando o assassinato de Felipe do Nascimento Rodrigues, de 16 anos. Ele foi espancado na madrugada de domingo, por cerca de 20 jovens, em um ponto de ônibus, próximo ao Colégio Manuel Marinho, na Vila Santa Cecília.

O adolescente chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado ao Hospital São João Batista, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo de Felipe está sendo velado na capela mortuária municipal e será sepultado nesta terça-feira (26), às 11h no cemitério Portal da Saudade.

A polícia foi informada que o confronto aconteceu durante um encontro de jovens rivais do bairro Santo Agostinho, em Volta Redonda e do bairro Califórnia, distrito de Barra do Piraí.

Felipe morava no bairro Dom Bosco, que faz limite com o distrito da Califórnia. A polícia disse que não se sabe se a vítima fazia parte do grupo. O delegado deve ouvir quatro amigos que estavam com Felipe, mas eles conseguiram fugir, sendo que um deles chegou a ser espancado. Eles também deverão depor na delegacia.

Os policiais que apuram o caso foram informados que a vítima saiu para ir a uma festa no bairro Padre Josimo. O delegado vai requisitar ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) as imagens do ataque do grupo de jovens que foram gravadas por câmeras de segurança, que serão analisadas por ele. A intenção é identificar os suspeitos.

Eliezer vai apurar a informação de que o encontro teria sido marcado por uma rede social. A cerca de dois meses mais de 60 jovens, alunos de dois colégios localizados no bairro Conforto, se confrontaram por motivo fútil próximo ao Colégio Presidente Roosevelt. Vinte deles, maioria menores de idade, foram levados para a 93ª DP, onde só foram liberados após presentarem depoimentos.

Outro caso
Em menos de três dias na região outro espancamento foi registrado dessa vez em Paraty, um adolescente de 16 anos morreu no sábado. A Polícia Civil segue investigando o caso.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.