Morre a atriz Chica aos 88 anos no Rio

A atriz Chica Xavier, conhecida por papéis marcantes em novelas como “Sinhá Moça” e “Renascer”, morreu na madrugada deste sábado (8) aos 88 anos, vítima de câncer de pulmão. Ela estava internada no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, e tinha câncer. A morte foi confirmada pelo neto Ernesto Xavier.

Nascida na cidade de Salvador, Francisca Xavier Queiroz de Jesus consagrou-se como atriz de teatro, TV e cinema, ao longo de uma carreira de mais de 60 anos. Destacou-se como um dos maiores símbolos da representatividade negra na arte brasileira.

Nos palcos, esteve na montagem de 1956 de “Orfeu da Conceição”. Atuou também em novelas como “Dancin’ Days” (1978), “Pátria minha” (1994), “Cara & Coroa” (1995), “O rei do gado” (1996) e “Força de um desejo”. Seu trabalho mais recente na TV foi “Cheias de charme” (2012).

Chica Xavier - com mais de 60 anos de carreira, destacou-se como uma dos maiores símbolos da representatividade negra na arte brasileira.  — Foto: Reprodução/Instagram Luana Xavier

Foto: Reprodução/Instagram Luana Xavier

Ao todo, a atriz participou de 26 novelas na TV Globo. Esteve também em 11 minisséries e 10 programas especiais, como Caso Verdade, Caso Especial e Teletema.

Participou ainda de produções no Canal Futura e nas TVs Bandeirantes, Manchete e Educativa.

Chica ainda esteve presente em 11 filmes, entre eles o clássico “O assalto ao trem pagador”, de 1962, dirigido por Roberto Farias.

Chica Xavier em cena de "Duas Caras" com Renata Sorrah e Eri Johnson — Foto: João Miguel Junior/TV Globo

 Foto: João Miguel Junior
Chica Xavier com Sônia Braga na novela "Força de um desejo" — Foto: Divulgação/Globo

Foto: Divulgação
Chica Xavier em gravação da novela “A lua me disse” com Mary Sheila e Maurício Mattar  — Foto: Renato Rocha Miranda/TV Globo

Foto: Renato Rocha Miranda
Chica Xavier em "Um só coração" — Foto: Otávio Veiga/TV Globo

 Foto: Otávio Veiga
Chica Xavier em gravação de "A lua me disse" — Foto: Márcio de Souza/TV Globo

Foto: Márcio de Souza


Por Elza Gimenez