Política ou vingança pode ter motivado assassinato de presidente da Câmara de Rio Claro, RJ

Política ou vingança pode ter motivado assassinato de presidente da Câmara de Rio Claro

Crime político ou vingança. Estas são as principais hipóteses que estão sendo inicialmente consideradas pela polícia para o assassinato do presidente da Câmara de Vereadores de Rio Claro, Silvério Amaro Pereira Filho, o Pendão (PRP), de 57 anos. O crime ocorreu no km 48 da RJ-155 (Rodovia Saturnino Brega), que liga Barra Mansa a Angra dos Reis, próximo ao Sítio Meia Laranja, na localidade conhecida como Barra Escura, zona rural de Rio Claro.

Política ou vingança pode ter motivado assassinato de presidente da Câmara de Rio Claro  2

 

Pendão, pré-candidato a prefeito, foi executado com vários tiros de pistola calibre 380 quando seguia para seu sítio. Ele estava em sua picape Fiat Strada placa KRQ-1255. Até o momento da publicação desta reportagem, a perícia não tinha confirmado quantos disparos acertaram a vítima, mas foi possível contar cinco perfurações no vidro dianteiro e sete na lataria e no vidro da porta do motorista. Dentro do carro, os peritos recolherem 18 cartuchos 380 deflagrados. O número de tiros que acertaram Pendão só será possível precisar na necropsia, no Instituto Médico Legal (IML) de Angra dos Reis.

A hipótese de latrocínio – roubo seguido de morte – é improvável. Nada foi levado do vereador, que tinha R$ 1,4 mil no bolso. Uma bolsa também com documentos e cartões foi deixada pelos assassinos.

Política ou vingança pode ter motivado assassinato de presidente da Câmara de Rio Claro 3

O homicídio aconteceu praticamente dois meses depois da morte do prefeito Raul Machado, morto a tiros por assaltantes que invadiram seu sítio, na localidade conhecida como Graminha. O delegado titular de Rio Claro, Aglauso Batista descarta categoricamente que os dois casos tenham alguma relação.

– Não deixamos de considerar nenhuma hipótese, ainda é muito cedo para avaliar, mas como nada foi levado do Pendão, a tese de assalto fica enfraquecida – disse ele.

O homicídio ocorreu no início da tarde. Um dos filhos da vítima, que pediu para não ser identificado, disse que o pai ia todos os dias ao sítio. Ele estava em Angra dos Reis quando soube do assassinato e chegou ao local por volta das 15 horas. “Não tenho ideia de quem possa ter feito isso”, afirmou.

Política ou vingança pode ter motivado assassinato de presidente da Câmara de Rio Claro 4

O assassinato mobilizou várias viaturas das polícias Civil e Militar para o local, inclusive o delegado regional Francisco Benítez, chefe do 5º DPA (Departamento de Policiamento de Área). Ele acredita que Pendão foi surpreendido por pelo menos dois homens num carro ou moto a 50 metros do lugar onde foi executado.

– Ele estava seguindo na direção de Barra Mansa quando foi surpreendido. Tentou dar ré e fugir em direção a Rio Claro, mas não conseguiu – acredita Benitez, que determinou a apreensão da picape. O carro foi encontrado com a traseira voltada para margem da estrada, onde o mato está alto, indicando que, de fato, Pendão tentou manobrar para escapar dos assassinos. O veículo ficou de frente para um curral.

 

 

– A gente estava em casa e ouviu duas sequências de tiros – contou uma mulher moradora do Sítio Meia Laranja. “Pensamos que fosse briga entre motoristas, porque não tem crime neste lugar, tem muito acidente de carro”, acrescentou. Segundo ela, os tiros foram ouvidos por volta das 12h30min.

Para a realização dos trabalhos de perícia, o trânsito ficou em meia pista no sistema pare-siga, sendo controlado pela Polícia Militar. Na hora de retirar o corpo do carro, policiais levantaram um plástico para impedir que curiosos visem o cadáver e dificultar imagens e fotos pelos jornalistas.

Pendão assumiu a presidência da Câmara em 2015 e ficaria até o final deste ano Ele exercia o quarto mandato. Com sua morte, assume a presidência o vice Ricardo Celular. A sessão da Câmara, marcada para a noite desta quarta, foi cancelada. A próxima reunião ordinária está prevista somente para a segunda-feira, mas não está descartada a convocação de uma reunião extraordinária.

Política ou vingança pode ter motivado assassinato de presidente da Câmara de Rio Claro 5

Fotos: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.