Tio de vítima de afogamento em Barra Mansa, RJ, vai depor e é preso por atentado violento ao pudor

Cidades – Um homem, de 36 anos, tio de Luiza Nunes Roberto, de 14 anos, que morreu em um afogamento no último domingo (11), em Rialto, distrito de Barra Mansa, no Sul do Rio, foi preso na quinta-feira (15) enquanto prestava depoimento.

Contra ele, havia um mandado de prisão em aberto por atentado violento ao pudor. O crime teria sido cometido em 2009. As informações são da Polícia Civil.

Segundo os agentes, ele foi até a delegacia prestar depoimento porque ajudou a tirar as meninas do fundo do rio após a tragédia. Ao conferir a identificação, a polícia constatou que ele era procurado da Justiça. Os policiais informaram ainda que ele não tem nenhuma ligação com a morte das meninas.

Ele ficou preso e, segundo os agentes, será levado nesta sexta-feira (16) para Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.