Pollyana entra com mandado de segurança para garantir 2º turno em Taubaté, SP

Murilo Cunha – A defesa da vereadora Pollyana Gama (PPS) protocolou nesta tarde um mandado de segurança contra a Justiça Eleitoral de Taubaté no TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

O objetivo é anular a decisão judicial que suspendeu as eleições na cidade e garantir que haja disputa de 2º turno. Nesta quarta-feira (5), a defesa do candidato José Antônio Saud já havia solicitado ao juiz Paulo Roberto da Silva, da 141ª zona eleitoral, que reconsiderasse a decisão.

Caso a suspensão das eleições seja anulada, haverá disputa de 2º turno entre Pollyana e Saud, que tiveram o maior número de votos válidos.

Enquanto isso, Ortiz Júnior tenta reverter a sua condenação por abuso de poder econômico. Na quarta-feira, a defesa dele apresentou embargos de declaração no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Ele também recorre ao TRE contra o indeferimento da sua candidatura.

Foto: Marcus Alvarenga