Amós Ribeiro é pré candidato a prefeito de Bananal

12799452_835995259857332_4452381529170409966_n

 

Bananal: Três partidos se unirão na cidade para juntar forçar para as eleições deste ano: PMDB, PCdoB e PRTB anunciaram a união para o lançamento da pré-candidatura a prefeito de Amós Ribeiro. Os três presidentes dos partidos, Amós (PMDB), Edson Aguiar, o Ranchão (PCdoB) e Álvaro Elias (PRTB).

Amós Ribeiro declarou que seu interesse na política não é por ego, nem orgulho, mas sim para ajudar as pessoas, fazer a diferença. “A cidade precisa de renovação, gestão transparente e participação popular. Temos problemas sérios na cidade com saúde, arrecadação, planejamento”, disse. Atuando há sete anos na área rural, Amós é responsável pelo departamento de Agricultura da Secretaria de Meio Ambiente de Rio Claro. Pretende pegar sua experiência na área e aplicar em Bananal, criando assim outra alternativa de crescimento para a cidade paulista.

“Muitas pessoas falam apenas de trabalhar o turismo para Bananal crescer. Podemos fazer muito mais, trazer programas federais, criar um novo caminho de crescimento, além de investir no turismo, criando um plano para desenvolvimento turístico”, citou. Na área rural pretende lutar pela conservação das estradas vicinais, implantação do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) – visando a fomentação da agricultura familiar na cidade que atualmente acontece de maneira amadora. “Implantamos em Rio Claro o Programa Saúde no Campo, uma maneira das pessoas serem melhores atendidas. Pretendo levar para Bananal, se eleito”, disse, falando ainda do Programa de Aquisição de Alimentos, de Habitação Rural (Minha Casa, Minha Vida) e o incentivo a criação de empreendimentos agroindustriais.

Segundo Amós Ribeiro, o principal problema de Bananal seria na saúde. Citou a necessidade dos partos acontecerem em Cruzeiro a 1h40min de distância de Bananal ou em Barra Mansa, 20 minutos de distância. Nessa última cidade, apenas se acontecer uma emergência nos limites de Barra Mansa. “Temos que ampliar nossa unidade de saúde, criando até uma UTI”, disse.

O pré-candidato a prefeito falou ainda da falta de incentivos á prática esportiva e uma atenção ao idoso, criando atividades para eles. Amós pretende, se eleito, criar a Secretaria de Ordem Pública, criando assim a Guarda Municipal, que não existe na cidade, e a Defesa Civil, que funciona de maneira voluntária. Outro ponto necessário será a criação do Plano de Mobilidade Urbana, discutido junto com a população para uma melhor aplicação do transporte público.

UNINDO PARA AGLUTINAR

Edson Aguiar era pré-candidato a prefeito pelo PCdoB. Segundo ele, por conta das ideias parecidas, por carregar a bandeira da novidade, com a proposta de uma administração transparente junto ao povo, decidiu por apoiar Amós Ribeiro. “Se eu viesse seriam cinco pré-candidatos. Para não dividir o voto da mudança, decidi fazer parte dessa renovação”, declarou. Questionado se poderia ser o vice na chapa, Edson disse que as discussões estão acontecendo e que existe a possibilidade de outros partidos fazerem parte dessa chapa.

O presidente do PRTB, Álvaro Elias declarou que se uniu ao grupo por acreditar nas boas ideias. “Tanto para construção dessa eleição quanto para o futuro. Será um renascimento da cidade”, falou.

O grupo conta com apoio dos deputados federais Orlando Silva (PCdoB) e Baleia Rossi (PMDB) e dos estaduais Leci Brandão e Atila Jacomussi, ambos do PCdoB, e de Jorge Caruso (PMDB).

 

Foto: Arquivo Pessoal