Após 138 faltas sem justificativa – A Gazeta