Justiça Eleitoral veta 367 candidaturas no Vale após julgamento de registros

Candidatura vetada!

A Justiça Eleitoral indeferiu a candidatura de 367 postulantes do Vale do Paraíba que tentam participar das eleições.

Ainda cabe recurso aos tribunais eleitorais (leia texto nesta página), embora o veto atrapalhe a campanha.

Levantamento feito junto aos dados oficiais do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aponta para 14 candidatos a prefeito indeferidos na região e 25 ainda aguardando o julgamento.

No total, 202 pessoas se inscreveram para disputar as 39 prefeituras do Vale. Os registros vão até a última quinta-feira (29), de acordo com os dados do TSE em plataforma da internet.

Quanto aos postulantes ao cargo de vereador, de um total de 6.499 inscritos na região, 353 tiveram a candidatura indeferida.

Ainda há um total de 948 candidatos a vereador esperando o julgamento e outros 78 postulantes que desistiram da própria candidatura.

O indeferimento da candidatura não é o fim do mundo para quem sonha concorrer nas eleições em novembro e, normalmente, ocorre por inconsistências e falhas na documentação do candidato.

De acordo com as normas eleitorais, após a entrada de pedidos de recursos, o candidato indeferido pode passar para o status de ‘indeferido com recurso’ ou ainda o de ‘deferido com recurso’, situação em que pode permanecer até o dia da eleição.

Na RMVale, dos 14 candidatos a prefeito com o registro indeferido, oito estão na condição de indeferido com recurso, o que pode modificar o status do registro e permitir que o candidato dispute, e até vença, a eleição.

AGILIDADE.

O TSE pediu agilidade aos juízes e tribunais para julgar os recursos no máximo tempo possível, evitando que candidatos disputem as eleições com as candidaturas ainda em avaliação de registro, o que pode confundir o eleitor.

“A ordem é ser diligente e o mais rápido possível. Os juízes eleitorais têm as suas próprias varas, mas na época das eleições a prioridade é a justiça eleitoral”, disse a juíza eleitoral Márcia Loureiro, de São José dos Campos.

“Hoje, o processo é eletrônico, o que tem facilitado bastante. Funciona muito rápido e com mais eficiência, mesmo com as restrições causadas pela pandemia. Todos estão trabalhando em home office e é bastante rápido. Acredito que a rapidez desse ano vai ser bem diferenciada com relação aos outros anos.”

PARTIDOS.

Na região, o PTB é o partido com maior número de candidaturas a prefeito indeferidas, com três nomes, que estavam registrados para disputar em Ubatuba, Santo Antônio do Pinhal e Pindamonhangaba.

Depois aparecem onze partidos com uma candidatura indeferida cada: Cidadania, DC, PL, PMN, PP, PROS, PRTB, PSC, PT, PTC e Republicanos. Do total, oito aguardam o julgamento de recurso.

Ubatuba e Ilhabela são as cidades com a maior quantidade de candidatos a prefeito com a candidatura indeferida, segundo o TSE. Ambas têm três candidatos vetados.

Depois aparecem Caçapava e Campos do Jordão, com dois candidatos a prefeito indeferidos cada, e Arapeí, Caraguatatuba, Pindamonhangaba e Santo Antônio do Pinhal, com um indeferido em cada.

Candidato recusado pode recorrer ao Tribunal Regional e depois para o TSE

De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o julgamento dos pedidos de registro de candidatura para as eleições de prefeito e vereador é feito, em primeira instância, pelos juízes de cada zona eleitoral. Contudo, toda decisão pode ser contestada, por qualquer um dos interessados no processo, por meio de recursos. Caso o candidato não concorde com o indeferimento do pedido de registro de candidatura, ele pode recorrer ao TER (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo e ainda ao próprio TSE. E a pandemia não deve provocar atrasos nesse processo. “O processo é todo eletrônico”, diz a juíza eleitoral Márcia Loureiro.

São José e Taubaté têm candidatos com registro aprovado, o que não acontece em Jacareí e Pinda

As maiores cidades do Vale do Paraíba terão uma eleição mais tranquila neste ano. Pelo menos no que se refere ao registro dos candidatos a prefeito.

A campanha eleitoral, claro, não vai ser moleza.

São José dos Campos e Taubaté tiveram todos os seus candidatos a prefeito com o registro aprovado pela Justiça Eleitoral, permitindo que eles disputem a eleição sem preocupações com a legalidade da própria candidatura. São 11 postulantes ao Executivo em São José e 10, em Taubaté.

O que é bem diferente do que ocorreu na última eleição municipal, em 2016. Na ocasião, o prefeito de Taubaté, Ortiz Junior (PSDB), que tentava a reeleição, teve o registro indeferido e disputou o pleito sem o resultado do julgamento.

O tucano venceu nas urnas, mas o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) não divulgou o resultado oficial da eleição juntamente com as outras cidades por Ortiz Junior ter disputado a eleição sub judice.

A condição só foi resolvida dois meses depois, com a confirmação de Ortiz Junior como prefeito reeleito.

Jacareí ainda corre o risco de ter candidatos brigando na Justiça para disputar a eleição quando os eleitores forem às urnas, no próximo dia 15 de novembro. A cidade tem dois dos 11 candidatos esperando julgamento para o registro.

Em Pindamonhangaba, um candidato entre os sete cadastrados teve o registro indeferido pela Justiça e já entrou com recurso, que ainda não foi julgado.

O processo não deve demorar, segundo orientação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que pretende evitar que o eleitor encontre, nas urnas, candidatos enroscados com as regras eleitorais.

Em Guaratinguetá, todos os cinco candidatos estão aptos a disputar o pleito, situação diferente em Caraguatatuba, que teve um candidato com o registro indeferido. No total, a cidade tem nove registrados para disputar a prefeitura.

Com 12 candidatos a prefeito, Caçapava tem dois postulantes com o registro indeferido pela Justiça Eleitoral. De acordo com os dados do TSE, ambos já entraram com recurso e aguardam o julgamento.

Com o recorde da região de 14 candidatos a prefeito, Ubatuba tem três nomes indeferidos até o momento, todos eles já com recurso na Justiça Eleitoral e aguardando o resultado, que não deve demorar.

Em São Sebastião, os seis postulantes estão com o registro deferido, mesma situação de Lorena, com seus cinco candidatos, de Cruzeiro, com três postulantes, e de Tremembé, com cinco candidatos.

CRIME ELEITORAL.

Toda essa situação pode mudar caso o candidato cometa algum tipo de crime eleitoral, incluindo disseminar notícias falsas contra os adversários.

Neste ano, o TSE fechou ainda mais o cerco contra as fake news e a desinformação, que tiveram papel preponderante nas eleições de 2018.

Candidato que divulgar mentira contra adversário pode ter sérios problemas.

We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. We also share information about your use of our site with our social media, advertising and analytics partners. View more
Cookies settings
Accept
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active

Who we are

Our website address is: http://agazetarm.com.br.

What personal data we collect and why we collect it

Comments

When visitors leave comments on the site we collect the data shown in the comments form, and also the visitor’s IP address and browser user agent string to help spam detection.

An anonymized string created from your email address (also called a hash) may be provided to the Gravatar service to see if you are using it. The Gravatar service privacy policy is available here: https://automattic.com/privacy/. After approval of your comment, your profile picture is visible to the public in the context of your comment.

Media

If you upload images to the website, you should avoid uploading images with embedded location data (EXIF GPS) included. Visitors to the website can download and extract any location data from images on the website.

Contact forms

Cookies

If you leave a comment on our site you may opt-in to saving your name, email address and website in cookies. These are for your convenience so that you do not have to fill in your details again when you leave another comment. These cookies will last for one year.

If you visit our login page, we will set a temporary cookie to determine if your browser accepts cookies. This cookie contains no personal data and is discarded when you close your browser.

When you log in, we will also set up several cookies to save your login information and your screen display choices. Login cookies last for two days, and screen options cookies last for a year. If you select "Remember Me", your login will persist for two weeks. If you log out of your account, the login cookies will be removed.

If you edit or publish an article, an additional cookie will be saved in your browser. This cookie includes no personal data and simply indicates the post ID of the article you just edited. It expires after 1 day.

Embedded content from other websites

Articles on this site may include embedded content (e.g. videos, images, articles, etc.). Embedded content from other websites behaves in the exact same way as if the visitor has visited the other website.

These websites may collect data about you, use cookies, embed additional third-party tracking, and monitor your interaction with that embedded content, including tracking your interaction with the embedded content if you have an account and are logged in to that website.

Analytics

Who we share your data with

How long we retain your data

If you leave a comment, the comment and its metadata are retained indefinitely. This is so we can recognize and approve any follow-up comments automatically instead of holding them in a moderation queue.

For users that register on our website (if any), we also store the personal information they provide in their user profile. All users can see, edit, or delete their personal information at any time (except they cannot change their username). Website administrators can also see and edit that information.

What rights you have over your data

If you have an account on this site, or have left comments, you can request to receive an exported file of the personal data we hold about you, including any data you have provided to us. You can also request that we erase any personal data we hold about you. This does not include any data we are obliged to keep for administrative, legal, or security purposes.

Where we send your data

Visitor comments may be checked through an automated spam detection service.

Your contact information

Additional information

How we protect your data

What data breach procedures we have in place

What third parties we receive data from

What automated decision making and/or profiling we do with user data

Industry regulatory disclosure requirements

Save settings
Cookies settings