Paulo Cupertino viveu 8 meses como ‘Seu Manoel’ em cidade de MS e era cliente assíduo de barbearia e lotérica

Polícia obteve foto de Cupertino ao lado de uma criança; imagem dela foi borrada para preservar a identidade — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Foto: Polícia Civil/Divulgação

O empresário Paulo Cupertino Matias, de 49 anos, que em junho do ano passado matou a tiros o ator Rafael Miguel e os pais dele, esteve em Mato Grosso do Sul e trabalhou em uma chácara em Eldorado, na região sul do estado. Permaneceu na cidade por cerca de 8 meses, usando o nome falso de Manoel Machado da Silva, até ser denunciado e fugir há uma semana, segundo a polícia.

Responsável pelas investigações em Eldorado, o delegado Pablo Reis disse que o assassino foi visto pela última vez no dia 28 de outubro.

Usando barba grande e máscara, o que ajudava no disfarce, Cupertino – ou Seu Manoel, como era chamado – frequentava assiduamente uma barbearia, uma lotérica onde fazia apostas e até o posto de saúde da cidade, após conseguir emitir uma carteira no Sistema Único de Saúde (SUS).

Cupertino matou Rafael Miguel e os pais dele porque não aceitava o namoro de sua filha com o ator. O crime aconteceu em São Paulo.

A polícia soube que Cupertino “envelheceu muito” desde o triplo assassinato, há um ano e quatro meses. Sempre muito discreto, ele começou a sair no início da pandemia, quando se aproveitou da recomendação do uso da máscara para esconder parte do rosto. Também conversava muito pouco com as pessoas.

“Nós vamos ouvir o pessoal da lotérica, da barbearia. E eu também já solicitei imagens de câmeras destes locais. Estamos fazendo buscas do caso e ainda vamos intimar estas pessoas. É uma investigação oriunda de São Paulo, Paraná e nós entramos com esse apoio, com a intenção de coletar mais informações da estadia dele aqui nesse período de 8 meses”, afirmou ao G1 o delegado Pablo Reis.

A investigação aponta que Cupertino fugiu da cidade em uma aeronave que estava na fazenda do patrão dele, que também é piloto e foi identificado como Alfonso Helfenstein. Ambos são considerados foragidos da Justiça.

“A polícia acredita que Paulo Cupertino e o Alfonso se conheceram em Ponta Porã. Lá, já sabendo dos fatos, Alfonso ajudou Cupertino e ofereceu uma vaga de caseiro na fazenda dele. Ali, ele viveu como Seu Manoel até o dia da fuga”, explicou o delegado.

“Ainda estamos apurando como ocorreu, mas a polícia acredita que ele e o patrão fugiram em uma aeronave, principalmente porque temos o registro de chegada da fazenda, mas não o da saída. E tudo foi justamente no horário que não tinha nenhum funcionário.”

Paulo Cupertino Matias falsificou identidade para se chamar Manoel Machado da Silva — Foto: Reprodução

A investigação aponta que, antes da estadia em Eldorado, o assassino conseguiu a emissão de uma falsa Certidão de Pessoa Física (CPF) ao apresentar outros documentos falsos na Receita Federal de Ponta Porã (MS).

Ele também esteve no Paraná e tirou uma identidade falsa, o que teria garantido a ele movimentação em contas bancárias. Desde então, vinha usando o nome falso de Manoel Machado de Silva, de 49 anos, declarando que residia em Rio Brilhante, município distante a 161 km de Campo Grande.

Entenda o caso

Paulo Cupertino é acusado de triplo homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e impossibilidade de defesa por parte das vítimas. O crime ocorreu em junho de 2019, em São Paulo.

Os assassinatos ocorreram na frente da casa onde a filha dele, a namorada do ator Miguel Rafael, Isabela Tibcherani, morava com a mãe, na zona sul da capital paulista. Cupertino, que não aceitava o relacionamento da filha, residia em outro imóvel. Ela tinha 18 anos à época.

Após o crime, o homem fugiu com a ajuda de amigos e foi procurado em mais de 100 endereços em 10 estados diferentes, além do Paraguai e da Argentina.

Polícia Civil informou que acredita que, com certidão de nascimento falsa, Cupertino usou nomes aleatórios de pais e avós na solicitação de novos documentos — Foto: Divulgação/Polícia Civil
 Foto: Divulgação/Polícia Civil

Por Graziela Rezende e Flávio Dias

We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. We also share information about your use of our site with our social media, advertising and analytics partners. View more
Cookies settings
Accept
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active

Who we are

Our website address is: http://agazetarm.com.br.

What personal data we collect and why we collect it

Comments

When visitors leave comments on the site we collect the data shown in the comments form, and also the visitor’s IP address and browser user agent string to help spam detection.

An anonymized string created from your email address (also called a hash) may be provided to the Gravatar service to see if you are using it. The Gravatar service privacy policy is available here: https://automattic.com/privacy/. After approval of your comment, your profile picture is visible to the public in the context of your comment.

Media

If you upload images to the website, you should avoid uploading images with embedded location data (EXIF GPS) included. Visitors to the website can download and extract any location data from images on the website.

Contact forms

Cookies

If you leave a comment on our site you may opt-in to saving your name, email address and website in cookies. These are for your convenience so that you do not have to fill in your details again when you leave another comment. These cookies will last for one year.

If you visit our login page, we will set a temporary cookie to determine if your browser accepts cookies. This cookie contains no personal data and is discarded when you close your browser.

When you log in, we will also set up several cookies to save your login information and your screen display choices. Login cookies last for two days, and screen options cookies last for a year. If you select "Remember Me", your login will persist for two weeks. If you log out of your account, the login cookies will be removed.

If you edit or publish an article, an additional cookie will be saved in your browser. This cookie includes no personal data and simply indicates the post ID of the article you just edited. It expires after 1 day.

Embedded content from other websites

Articles on this site may include embedded content (e.g. videos, images, articles, etc.). Embedded content from other websites behaves in the exact same way as if the visitor has visited the other website.

These websites may collect data about you, use cookies, embed additional third-party tracking, and monitor your interaction with that embedded content, including tracking your interaction with the embedded content if you have an account and are logged in to that website.

Analytics

Who we share your data with

How long we retain your data

If you leave a comment, the comment and its metadata are retained indefinitely. This is so we can recognize and approve any follow-up comments automatically instead of holding them in a moderation queue.

For users that register on our website (if any), we also store the personal information they provide in their user profile. All users can see, edit, or delete their personal information at any time (except they cannot change their username). Website administrators can also see and edit that information.

What rights you have over your data

If you have an account on this site, or have left comments, you can request to receive an exported file of the personal data we hold about you, including any data you have provided to us. You can also request that we erase any personal data we hold about you. This does not include any data we are obliged to keep for administrative, legal, or security purposes.

Where we send your data

Visitor comments may be checked through an automated spam detection service.

Your contact information

Additional information

How we protect your data

What data breach procedures we have in place

What third parties we receive data from

What automated decision making and/or profiling we do with user data

Industry regulatory disclosure requirements

Save settings
Cookies settings