Após ignorarem Doria no Natal, prefeituras da RMVale divergem sobre medidas para o Réveillon

Cidades do Litoral são denunciadas ao MP, mas decidem manter flexibilização comercial com foco no alto fluxo de turistas

Ambulantes da feira de Aparecida; após rejeitar medidas, cidade adere fase Vermelha (Foto: Marcelo A. dos Santos)

O Governo do Estado anunciou no último final de semana que enviou ao MP (Ministério Público) a lista das cidades que ignoraram sua determinação para que retrocedessem à fase vermelha do Plano São Paulo, criado para regular o funcionamento das atividades econômicas em meio à pandemia de Covid-19. Os quatro municípios do Litoral Norte estão entre os 19 denunciados ao órgão. Outra cidade de destaque na região que rejeitou a ordem é Aparecida, que manteve as atividades no período natalino. Já para o feriado prolongado de Réveillon, as tratativas apontam para discordâncias.

Em entrevista coletiva no último domingo, o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, afirmou que as cidades serão notificadas e poderão responder judicialmente pelo descumprimento da ordem para que restringissem as atividades econômicas durante os últimos dias 25 a 27, como prevenção ao contágio pelo novo coronavírus (Covid-19). A medida é válida também para os primeiros três dias de janeiro de 2021.

No último dia 22, o governador João Doria (PSDB) ordenou o endurecimento da quarentena em todo o estado durante o Natal e o Réveillon, colocando as regiões na fase vermelha do Plano São Paulo. Desta maneira, foi permitido apenas o funcionamento de estabelecimentos comerciais considerados essenciais como farmácias, mercados, padarias e postos de combustíveis.

Na RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte), a exigência de Doria não foi atendida por cidades como Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião, Ubatuba e Aparecida. Sem justificarem a decisão, as prefeituras das cidades praianas apenas anunciaram que permaneceriam seguindo seus decretos anteriores, que obedecem às regras referentes à fase amarela do Plano São Paulo, com funcionamento de atividades como academias, bares, restaurantes, lojas de comércio em geral e salões de beleza.

Para a preocupação das autoridades estaduais em Saúde, os quatros municípios registraram um alto fluxo de turistas entre o Natal e o último domingo (27).

Centro comercial de Lorena também deve ser afetado por restrições de Doria, neste feriado (Foto: Marcelo A. dos Santos)

Para o período entre 1 e 3 de janeiro, Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba manterão as praias abertas no Ano Novo. A decisão foi confirmada pelos quatro municípios do litoral norte, que decidiram se declarar na fase amarela do Plano São Paulo e, mais uma vez, não atender a recomendação do Estado de regredir à fase vermelha durante as festas de fim de ano.

Embora tenham decidido manter as praias abertas, as cidades informaram que haverá fiscalização intensificada para evitar aglomerações e que as festas de comemorações em público, que seriam realizadas na orla, seguem canceladas. Caraguatatuba informou ainda que pediu o reforço do policiamento ao Estado para a fiscalização.

Aparecida – Assim como os municípios litorâneos, a capital católica foi mais um a não seguir as determinações do Estado. A Prefeitura manteve o município na fase amarela do Plano São Paulo, com hotéis, pousadas e similares operando com uma capacidade máxima de 40% (índice determinado pela fase amarela). Áreas de lazer como piscinas, além de bares, restaurantes funcionaram por até dez horas e até às 22h de segunda-feira a domingo.

Principal ponto comercial na cidade, a feira livre também atendeu, das 7h às 17h, com uso de máscara para os feirantes e clientes obrigatório, como também a disponibilização de álcool em gel 70%. Seguiram liberados outras atrações turísticas como, o bonde aero, museus aquários e similares seguem liberados das 7h às 17h e com 40% da capacidade máxima, assim como as celebrações religiosas, como a Missa do Galo e missas solenes

Após a decisão contrária ao pedido de Dória no Natal, a Prefeitura de Aparecida decidiu seguir as determinações estaduais para o próximo fim de semana, quanto às restrições para as festividades de réveillon. Do próximo dia 1 ao dia 3 (sexta-feira, sábado e domingo), as regras do Plano São Paulo de retomada consciente estarão em vigor. A determinação impede o funcionamento de serviços considerados não essenciais, como shoppings, bares, restaurantes, academias e parques. Apenas os serviços como saúde, alimentação, abastecimento e transporte poderão atuar nessa etapa do Plano São Paulo, seguindo os protocolos de higiene e de distanciamento social.

Região – Até o fechamento desta matéria, a Prefeitura de Guaratinguetá ainda não havia emitido um decreto para o período de Réveillon. No Natal, a cidade também não seguiu a proposta estadual. Em entrevista nesta semana, na Rádio Metropolitana, o prefeito Marcus Soliva sugeriu que deve aderir as regras, retrocedendo à fase vermelha.

Em Lorena, a administração municipal não chegou a emitir um decreto antes do feriado natalino, mas publicou nesta terça-feira (29) um novo documento, retroagindo as atividades à fase vermelha entre 1 e 3 de janeiro.

A obrigatoriedade do uso das máscaras segue em todas as etapas do Plano São Paulo de flexibilização (Foto: Marcelo A. dos Santos)

Pindamonhangaba – Apesar de protestos de comerciais de setores considerados não essenciais, o Município emitiu no último dia 23 um decreto estabelecendo que a cidade segue o que foi determinado pelo governo por meio do Plano São Paulo para as festas de final de ano.

Apesar da medida, uma série de estabelecimento manteve o atendimento no Natal. Para o próximo final de semana, a expectativa é de novos protestos.

Apesar da solicitação das prefeituras por reforço estadual para o acompanhamento da obediência às determinações, o Governo de São Paulo afirmou que a fiscalização dos comércios, assim como praias e espaços turísticos municipais, é de responsabilidade das cidades.

Apesar de não apontar quais punições poderão serem impostas as cidades que descumpriram a ordem do governador, o Estado revelou que além dos municípios do Litoral Norte constam na lista enviada ao MP: Bauru, Bertioga, Catanduva, Cotia, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Mogi das Cruzes, Olímpia, Peruíbe, Praia Grande, Santos, São Vicente e Socorro.

Por Lucas Barbosa / Marcelo Augusto dos Santos

We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. We also share information about your use of our site with our social media, advertising and analytics partners. View more
Cookies settings
Accept
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active

Who we are

Our website address is: http://agazetarm.com.br.

What personal data we collect and why we collect it

Comments

When visitors leave comments on the site we collect the data shown in the comments form, and also the visitor’s IP address and browser user agent string to help spam detection.

An anonymized string created from your email address (also called a hash) may be provided to the Gravatar service to see if you are using it. The Gravatar service privacy policy is available here: https://automattic.com/privacy/. After approval of your comment, your profile picture is visible to the public in the context of your comment.

Media

If you upload images to the website, you should avoid uploading images with embedded location data (EXIF GPS) included. Visitors to the website can download and extract any location data from images on the website.

Contact forms

Cookies

If you leave a comment on our site you may opt-in to saving your name, email address and website in cookies. These are for your convenience so that you do not have to fill in your details again when you leave another comment. These cookies will last for one year.

If you visit our login page, we will set a temporary cookie to determine if your browser accepts cookies. This cookie contains no personal data and is discarded when you close your browser.

When you log in, we will also set up several cookies to save your login information and your screen display choices. Login cookies last for two days, and screen options cookies last for a year. If you select "Remember Me", your login will persist for two weeks. If you log out of your account, the login cookies will be removed.

If you edit or publish an article, an additional cookie will be saved in your browser. This cookie includes no personal data and simply indicates the post ID of the article you just edited. It expires after 1 day.

Embedded content from other websites

Articles on this site may include embedded content (e.g. videos, images, articles, etc.). Embedded content from other websites behaves in the exact same way as if the visitor has visited the other website.

These websites may collect data about you, use cookies, embed additional third-party tracking, and monitor your interaction with that embedded content, including tracking your interaction with the embedded content if you have an account and are logged in to that website.

Analytics

Who we share your data with

How long we retain your data

If you leave a comment, the comment and its metadata are retained indefinitely. This is so we can recognize and approve any follow-up comments automatically instead of holding them in a moderation queue.

For users that register on our website (if any), we also store the personal information they provide in their user profile. All users can see, edit, or delete their personal information at any time (except they cannot change their username). Website administrators can also see and edit that information.

What rights you have over your data

If you have an account on this site, or have left comments, you can request to receive an exported file of the personal data we hold about you, including any data you have provided to us. You can also request that we erase any personal data we hold about you. This does not include any data we are obliged to keep for administrative, legal, or security purposes.

Where we send your data

Visitor comments may be checked through an automated spam detection service.

Your contact information

Additional information

How we protect your data

What data breach procedures we have in place

What third parties we receive data from

What automated decision making and/or profiling we do with user data

Industry regulatory disclosure requirements

Save settings
Cookies settings