Associação Terras Altas da Mantiqueira elege a Diretoria Executiva para o Biênio 2021-2022

Na tarde do dia 25 de janeiro, na Câmara Municipal de Bocaina de Minas, foi empossada a Diretoria Executiva da ATAM para o Biênio 2021-2022 com os seguintes membros: Diretor Presidente, Samuel Antônio Benfica, Secretário Municipal de Turismo de Bocaina de Minas; Diretora Vice-Presidente, Marilene Romanelli, Secretária Municipal de Turismo e Cultura de Itamonte; Diretor Financeiro, Sandro Lisboa Martins, Prefeito Municipal de São Sebastião do Rio Verde e Diretor de Comunicação, Gilberto Alves Furriel da Silva, Secretário Municipal de Turismo de Aiuruoca.

Seguindo os protocolos do Programa Minas Consciente, com a presença do prefeito municipal de Bocaina de Minas, Luzimar de Moura Benfica; do prefeito municipal de São Sebastião do Rio Verde, Sandro Lisboa Martins; do secretário de Turismo de Aiuruoca, Gilberto Furriel; do presidente da Câmara Municipal de Bocaina de Minas, Paulo César Vani e convidados, a Gestora da ATAM, Cristina Motta, conduziu a reunião de Posse da Diretoria e destacou a importância da ATAM nas suas palavras. “A cada ano visamos dar à Associação robustez, foco, mecanismos de sustentabilidade e maior agilidade na conquista de resultados para nossos municípios. Reafirmamos aqui e agora a nossa crença de que o desenvolvimento do Turismo Sustentável é possível, na melhor forma de trabalharmos, preservando nossas características ambientais e culturais, estimulando a promoção responsável, a valorização da imagem da nossa região como destino turístico singular, buscando a profissionalização da atividade e o crescimento equilibrado do turismo como vetor de desenvolvimento econômico social na região. Integramos Aiuruoca, Alagoa, Bocaina de Minas, Itamonte, Itanhandu, Passa Quatro, Pouso Alto São Sebastião do Rio Verde, porém, somos um só território, as Terras Altas da Mantiqueira”, revelou.

O presidente eleito, Samuel Benfica, está comprometido com o cargo que ocupará até dezembro de 2022, participando e colaborando para a execução do Plano de Ações da entidade.

O Prefeito de São Sebastião do Rio Verde, Sandro Lisboa Martins, encerrou a reunião com seu otimismo, lembrando a importância do trabalho coletivo em benefício da região e convidando a todos para o lançamento do Trem Turístico que ligará São Sebastião do Rio Verde a São Lourenço; o projeto está pronto e aguarda a liberação do Programa Minas Consciente para a sua inauguração.

Associação Terras Altas da Mantiqueira – ATAM

A ATAM é a Instância de Governança Regional (IGR), entidade sem fins lucrativos, que integra os municípios de Aiuruoca, Alagoa, Bocaina de Minas, Itamonte, Itanhandu, Passa Quatro, Pouso Alto e São Sebastião do Rio Verde, com afinidades culturais, sociais e econômicas que se unem para organizar, desenvolver e consolidar a atividade turística local e regional de forma sustentável, regionalizada e descentralizada, com a participação da sociedade civil e do setor privado, formando a região das Terras Altas da Mantiqueira.

Minas Gerais conta com 44 Instâncias de Governança Regionais certificadas, envolvendo todas as regiões do Estado e 513 municípios regionalizados. O trabalho destas entidades se dá por meio da integração contínua dos municípios, gestores públicos, iniciativa privada e sociedade civil, consolidando uma identidade regional e protagonizando o desenvolvimento por meio de alianças e parcerias, de acordo com a legislação vigente.

Dessa forma, as IGRs exercem oficialmente o papel de executoras, interlocutoras e articuladoras da descentralização e da regionalização do Turismo em Minas Gerais, seguindo as diretrizes do Programa de Regionalização do Turismo, estabelecido pelo Ministério do Turismo para as regiões turísticas.

Regionalização do Turismo

O Programa de Regionalização do Turismo, idealizado e orientado pelo Ministério do Turismo (MTur), trabalha a convergência e a interação de todas as ações desempenhadas pelo MTur com estados e municípios brasileiros. Seu objetivo principal é o de apoiar a estruturação dos destinos, a gestão descentralizada e a promoção do turismo no país, a partir de oito eixos estruturantes com vistas ao desenvolvimento regional: Gestão descentralizada do Turismo, Planejamento e posicionamento de mercado, Qualificação profissional, dos serviços e da produção associada, Empreendedorismo, captação e promoção de investimentos, Infraestrutura turística, Informação ao turista, Promoção e apoio à comercialização e  Monitoramento.

O Mapa do Turismo Brasileiro, instrumento criado pelo MTur, orienta a atuação no desenvolvimento das políticas públicas e define a área – o recorte territorial – que deve ser trabalhada prioritariamente pelo Ministério. Na sua última atualização (2019), o estado de Minas Gerais contou com 471 municípios e 44 regiões turísticas integrantes do Mapa. Sua próxima atualização é prevista para 2021. 

Fonte: Cristina Motta – Gestora da ATAM

Fotos: Secretaria de Turismo de Bocaina de Minas