Mesa da Câmara decide que eleição será presencial e em 1º de fevereiro em vez do dia 2

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados decidiu nesta segunda-feira (18), em uma reunião no Congresso, que a eleição para a escolha do novo presidente da Casa será em 1º de fevereiro.

A data é um dia antes do que pretendia o atual presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

A Mesa também definiu que a eleição será presencial. Devido à pandemia de Covid-19, a maioria das reuniões da Câmara vem sendo realizadas virtualmente ou semi-presencialmente.

O regimento interno da Câmara não define uma data para a eleição da Mesa Diretora no terceiro ano do mandato, como é o caso do pleito deste ano. Diz somente que tem de acontecer até 2 de fevereiro, data em que os trabalhos legislativos têm de ser retomados após o recesso parlamentar.

A data de 1º de fevereiro era defendida pelos aliados do deputado Arthur Lira (PP-AL), um dos candidatos na disputa, para coincidir com a eleição no Senado, que deve ser no primeiro dia do mês que vem.

A decisão sobre a data reflete a composição da Mesa da Câmara. Quatro dos sete membros são de partidos que estão no mesmo bloco de Lira.

O candidato apoiado por Maia para o comando da Casa é Baleia Rossi (MDB-SP).

Logística da votação

As medidas sobre a votação foram tomadas pela Mesa por um placar de 4 votos a 3. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), foi um dos que se opuseram à votação presencial.

Ele defendia que fosse adotado um sistema híbrido, em que os deputados que pertencem a grupos de risco para a Covid-19 pudessem ter a opção de votar remotamente, por meio de aplicativo, como já aconteceu nas sessões em 2020.

A votação para eleição da Câmara envolve 513 deputados e tem que ser secreta. Se um candidato não obtiver a maioria da Casa na primeira votação, é realizado segundo turno.

A eleição para escolher o comando da Câmara sempre foi presencial. Várias cabines de votação, fechadas com cortinas para preservar o sigilo do voto, eram instaladas no fundo do plenário da Câmara, e longas filas de deputados se formavam à espera da vez de terem acesso às urnas. O processo podia levar algumas horas.

Agora, para evitar aglomeração no plenário, as cabines serão distribuídas pelo Salão Verde e pelo Salão Nobre, a fim de garantir o distanciamento social entre os parlamentares, conforme determinam as medidas de segurança sanitária para evitar o contágio por Covid-19.

Um dos espaços mais nobres da Câmara, o Salão Verde é uma extensa área de circulação que dá acesso ao plenário e a diversos gabinetes, entre eles, o da Presidência da Câmara.

Menor, o Salão Nobre é geralmente reservado para eventos parlamentares. Ambos deverão ter circulação restrita a um número de pessoas.

Em entrevista após a reunião da Mesa, Maia lamentou a decisão de fazer a votação presencial porque, segundo ele, fará com quem muita gente circule nas dependências do Congresso no dia e, por isso, seria mais prudente permitir um sistema misto.

Pelos cálculos dele, a circulação mínima será de pelo menos 3 mil pessoas, incluindo parlamentares, servidores, assessores e profissionais da imprensa.

Maia afirmou ainda que, por mais que todos os cuidados sanitários sejam tomados, os ambientes têm pouca circulação de ar.

“Nós vimos o que aconteceu na posse do presidente Fux”, afirmou ele em referência à posse do ministro Luiz Fux na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF). Após o evento, vários presentes tiveram a confirmação positiva para o diagnóstico de Covid.

“Todos esses prédios são de pouca circulação. Então, foi o que nós defendemos, para proteger não apenas os que estão no grupo de risco, uma vez que já fizemos eleição de membro da mesa de forma remota”, afirmou, citando o caso do deputado Expedito Netto (PSD-RO), que foi eleito terceiro-secretário em uma votação remota no ano passado.

Ele contestou ainda a tese de Arthur Lira de que, se foi possível realizar as eleições municipais de forma presencial, a Câmara também deveria escolher o seu presidente dessa forma.

Maia ponderou que geralmente os eleitores votam perto de suas casas, o que restringe, em tese, a chance de circulação do vírus. No caso da Câmara, os parlamentares viajarão para Brasília de todas as unidades da federação e depois retornarão aos seus estados. E, se houver alguém contaminado, a possibilidade de espalhar mais o vírus aumentaria.

Aliados de Lira, porém, apontam a questão do sigilo do voto para que a sessão de votação seja presencial. O receio deles é que, de forma remota, não haja essa garantia. Além disso, citaram o temor de haver algum ataque hacker no sistema de votação.

We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. We also share information about your use of our site with our social media, advertising and analytics partners. View more
Cookies settings
Accept
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active

Who we are

Our website address is: http://agazetarm.com.br.

What personal data we collect and why we collect it

Comments

When visitors leave comments on the site we collect the data shown in the comments form, and also the visitor’s IP address and browser user agent string to help spam detection.

An anonymized string created from your email address (also called a hash) may be provided to the Gravatar service to see if you are using it. The Gravatar service privacy policy is available here: https://automattic.com/privacy/. After approval of your comment, your profile picture is visible to the public in the context of your comment.

Media

If you upload images to the website, you should avoid uploading images with embedded location data (EXIF GPS) included. Visitors to the website can download and extract any location data from images on the website.

Contact forms

Cookies

If you leave a comment on our site you may opt-in to saving your name, email address and website in cookies. These are for your convenience so that you do not have to fill in your details again when you leave another comment. These cookies will last for one year.

If you visit our login page, we will set a temporary cookie to determine if your browser accepts cookies. This cookie contains no personal data and is discarded when you close your browser.

When you log in, we will also set up several cookies to save your login information and your screen display choices. Login cookies last for two days, and screen options cookies last for a year. If you select "Remember Me", your login will persist for two weeks. If you log out of your account, the login cookies will be removed.

If you edit or publish an article, an additional cookie will be saved in your browser. This cookie includes no personal data and simply indicates the post ID of the article you just edited. It expires after 1 day.

Embedded content from other websites

Articles on this site may include embedded content (e.g. videos, images, articles, etc.). Embedded content from other websites behaves in the exact same way as if the visitor has visited the other website.

These websites may collect data about you, use cookies, embed additional third-party tracking, and monitor your interaction with that embedded content, including tracking your interaction with the embedded content if you have an account and are logged in to that website.

Analytics

Who we share your data with

How long we retain your data

If you leave a comment, the comment and its metadata are retained indefinitely. This is so we can recognize and approve any follow-up comments automatically instead of holding them in a moderation queue.

For users that register on our website (if any), we also store the personal information they provide in their user profile. All users can see, edit, or delete their personal information at any time (except they cannot change their username). Website administrators can also see and edit that information.

What rights you have over your data

If you have an account on this site, or have left comments, you can request to receive an exported file of the personal data we hold about you, including any data you have provided to us. You can also request that we erase any personal data we hold about you. This does not include any data we are obliged to keep for administrative, legal, or security purposes.

Where we send your data

Visitor comments may be checked through an automated spam detection service.

Your contact information

Additional information

How we protect your data

What data breach procedures we have in place

What third parties we receive data from

What automated decision making and/or profiling we do with user data

Industry regulatory disclosure requirements

Save settings
Cookies settings