Prefeitura de Volta Redonda notifica Igreja Assembleia de Deus por descumprir decreto contra Covid-19

A Prefeitura de Volta Redonda notificou a Igreja Assembleia de Deus por descumprir medidas do decreto municipal impedindo a realização de eventos com aglomerações.

Na notificação, o  município determina que, no prazo de três dias, a Assembleia de Deus  apresente um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) para continuidade de funcionamento do local, sob pena de interdição das atividades no templo religioso.

A Vigilância Sanitária também notificou o templo religioso.

O pastor responsável pela Assembleia de Deus está indo à prefeitura para assinatura do TAC. 

A notificação ocorre após um evento realizado na Assembleia de Deus, no bairro Laranjal, que fica atrás da Rodoviária de Volta Redonda, que ficou lotado no final de semana e descumpriu as normas previstas no decreto municipal sobre as regras de combate ao novo coronavírus.  Nas imagens que circularam na rede social, não havia distanciamento entre os fiéis e a maioria não usava máscara.

Decreto 

De acordo com o decreto municipal, as igrejas e templos religiosos de qualquer culto poderão funcionar, de forma limitada, com capacidade de, no máximo, de 30% (trinta por cento),  com controle de acesso e saída para evitar aglomerações durante o ingresso e saída no local.

O decreto diz ainda que “na entrada dos locais as pessoas terão acesso à higienização das mãos com álcool gel 70% (setenta por cento) ou outro tipo de sanitizante equivalente, ou preparações antissépticas ou, ainda, sanitizantes de efeito similar, sendo obrigatório o uso a todas as pessoas que ingressarem nos recintos de cultos, sem exceções. Deverão ser mantidas abertas as portas e janelas.

O decreto que estabelece a lotação máxima de 30%: Decreto COVID-1 Neto

Força-tarefa

Uma Força-Tarefa prefeitura trabalha fazendo conscientização, prevenção e repressão para que as normas sanitárias de prevenção ano novo coronavírus sejam respeitadas. Denú ncias pdoem ser feitas pelos telefones: 156 (Central de Atendimento), 153 (Guarda Municipal), 190 Polícia Militar.