Caraguatatuba entra na Fase Vermelha e profissionais de Saúde divulgam carta aberta com pedido de conscientização

Após anúncio do governador João Dória colocando o Estado na Fase Vermelha do Plano São Paulo, a Prefeitura de Caraguatatuba publicou decreto nesta sexta-feira (5) com as novas regras do que pode ou não funcionar a partir deste sábado (6) até o dia 19 de março. A medida acompanha também o toque de restrição imposto pelo governo estadual de manter tudo fechado das 20h às 5h.

O Decreto Municipal 1.416/2021 define que podem abrir os chamados comércios essenciais, estando neles farmácias e serviços de saúde, mercados, supermercados e locais que vendam comida, mas sem consumo local, escolas (só até 35% de ocupação) e cursos da área de saúde em universidades, igrejas (até 30% de ocupação). Neste caso, os cultos devem se encerrar até às 20h.

Ainda na lista de comércios que podem funcionar estão construção civil e indústria, lavanderias, serviços de segurança pública e privada, empresas de locação de veículos, serviços de comunicação, meios de hospedagem.

Ficam proibidos de abrir shoppings, galerias e comércio de rua, salões de beleza e barbearias, cinemas, teatros e casas de show, universidades (só cursos de saúde funcionam), eventos, convenções e atividades culturais atividades com aglomeração, academias de esporte e centros de ginástica, concessionárias, além de parques.

Os bares, restaurantes e quiosques podem funcionar com delivery, retirada no local e sistema ‘drive thru’. A retirada e o ‘drive thru’ devem parar às 20h, ficando permitido, após o horário mencionado, apenas o delivery.

Em relação às academias, embora o município tenha criado uma lei que transforma essa atividade em essencial, o Governo do Estado não colocou na relação de estabelecimentos que devem funcionar, por isso, o município teve de acatar a decisão.

Festas e praias

Apontados como os principais responsáveis pelo aumento de casos e óbitos de Covid-19 no Brasil, as festas e encontros que provocam aglomeração estão proibidos.

Segundo o governador João Doria, a polícia pode ser acionada para acabar com esse tipo de evento pelo 190.

De acordo com o secretário estadual do Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, os prefeitos da Baixada Santista devem se reunir para discutir o controle às praias. “Fizemos recomendação de que praias são para atividades individuais, com máscara. É essa postura que pedimos e esperamos adesão majoritária, com parceria para superar esse momento”.

O prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, lembra que essa ação precisa do apoio da Polícia Militar uma vez que a fiscalização das praias é de competência do Governo do Estado. “Estamos em processo de implantação da nossa GCM (Guarda Civil Municipal) e neste momento precisamos do apoio do Estado”. 

Ainda conforme o prefeito, este é um momento muito delicado e justificou a adesão do município à fase vermelha do Plano São Paulo. “Embora a esteja em uma situação de controle há uma preocupação de o governo do Estado requisitar os leitos da região para pacientes de outras cidades e até mesmo de outros Estados”.

Segundo ele, Caraguatatuba tem 42 leitos de UTI entre a UPA e a Casa de Saúde Stela Maris e mais 30 do Hospital Regional “e eles podem ser requisitados a qualquer momento”, reforçou e acrescentou que “não se pode ser irresponsável, destoar do Estado inteiro, caso contrário, mais pessoas vão querer descer para a região e este não é o momento”.

Ainda de acordo com o prefeito, há um pedido expresso dos profissionais de Saúde para que o município fique na fase vermelha.

Eles elaboraram uma Carta Aberta à População onde apontam o esgotamento de profissionais e pedem a conscientização das pessoas nestes 15 dias da Fase Vermelha do Plano São Paulo.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a última contagem nas unidades de atendimento de pacientes com Covid, a média era de 360 pessoas por dia.

“As pessoas estão procurando o serviço de saúde muito tarde, por isso reforço que aos primeiros sintomas elas devem procurar o atendimento porque o risco é chegar em estado com mais gravidade”, complementou o prefeito.

Zona Azul e estacionamento

A Prefeitura de Caraguatatuba confirmou que a partir de sábado a cobrança do estacionamento rotativo, Zona Azul, está suspensa pelo tempo que perdurar esse decreto. O mesmo ocorrerá com estacionamentos ao longo das avenidas nas orlas como forma de evitar que as pessoas se dirijam às praias.  

Os ônibus municipais devem trafegar levando apenas 50% da capacidade de cada veículo, além de serem higienizados ao final de cada viagem.

Em relação às autoescolas, as aulas práticas e teóricas presenciais estão suspensas. Porém, as aulas teóricas podem ser ministradas na modalidade remota. Exames teóricos e práticos devem ser cancelados e as autoescolas comunicadas na maior brevidade possível.

Quanto ao Poupatempo, o atendimento será digital e de acordo com a secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patrícia Ellen, “foi feito trabalho grande para garantir que todos serviços fiquem disponíveis”. Ainda conforme ela, o trabalho do Detran será feito com atendimento digital e drive-in, além de agendamento para entrega.

Paço Municipal

Pelo novo decreto, neste período de fase vermelha, o Paço Municipal também ficará com as atividades suspensas. Em funcionamento estarão apenas os serviços e secretarias consideradas essenciais para este período de pandemia, como coleta de lixo e Saúde.

Fiscalização

A fiscalização será realizada pelos agentes do Poder Público Municipal com o apoio dos órgãos do Governo do Estado de São Paulo, de modo que o seu descumprimento acarretará sanções, como multa no valor equivalente a 1.000 VRMs (R$ 3.740), dobrando em caso de reincidência e podendo chegar ao valor de 3.000 VRMs (R$ 11,2 mil), além de interdição imediata do estabelecimento, bem como a cassação do alvará de funcionamento.

Por Radar Litoral

We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. We also share information about your use of our site with our social media, advertising and analytics partners. View more
Cookies settings
Accept
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active

Who we are

Our website address is: http://agazetarm.com.br.

What personal data we collect and why we collect it

Comments

When visitors leave comments on the site we collect the data shown in the comments form, and also the visitor’s IP address and browser user agent string to help spam detection.

An anonymized string created from your email address (also called a hash) may be provided to the Gravatar service to see if you are using it. The Gravatar service privacy policy is available here: https://automattic.com/privacy/. After approval of your comment, your profile picture is visible to the public in the context of your comment.

Media

If you upload images to the website, you should avoid uploading images with embedded location data (EXIF GPS) included. Visitors to the website can download and extract any location data from images on the website.

Contact forms

Cookies

If you leave a comment on our site you may opt-in to saving your name, email address and website in cookies. These are for your convenience so that you do not have to fill in your details again when you leave another comment. These cookies will last for one year.

If you visit our login page, we will set a temporary cookie to determine if your browser accepts cookies. This cookie contains no personal data and is discarded when you close your browser.

When you log in, we will also set up several cookies to save your login information and your screen display choices. Login cookies last for two days, and screen options cookies last for a year. If you select "Remember Me", your login will persist for two weeks. If you log out of your account, the login cookies will be removed.

If you edit or publish an article, an additional cookie will be saved in your browser. This cookie includes no personal data and simply indicates the post ID of the article you just edited. It expires after 1 day.

Embedded content from other websites

Articles on this site may include embedded content (e.g. videos, images, articles, etc.). Embedded content from other websites behaves in the exact same way as if the visitor has visited the other website.

These websites may collect data about you, use cookies, embed additional third-party tracking, and monitor your interaction with that embedded content, including tracking your interaction with the embedded content if you have an account and are logged in to that website.

Analytics

Who we share your data with

How long we retain your data

If you leave a comment, the comment and its metadata are retained indefinitely. This is so we can recognize and approve any follow-up comments automatically instead of holding them in a moderation queue.

For users that register on our website (if any), we also store the personal information they provide in their user profile. All users can see, edit, or delete their personal information at any time (except they cannot change their username). Website administrators can also see and edit that information.

What rights you have over your data

If you have an account on this site, or have left comments, you can request to receive an exported file of the personal data we hold about you, including any data you have provided to us. You can also request that we erase any personal data we hold about you. This does not include any data we are obliged to keep for administrative, legal, or security purposes.

Where we send your data

Visitor comments may be checked through an automated spam detection service.

Your contact information

Additional information

How we protect your data

What data breach procedures we have in place

What third parties we receive data from

What automated decision making and/or profiling we do with user data

Industry regulatory disclosure requirements

Save settings
Cookies settings