Profissionais de saúde de Volta Redonda participam do curso de doação de órgãos e tecidos para transplante

A Prefeitura de Volta Redonda, através da Secretaria Municipal de Saúde, promoveu na manhã desta segunda-feira (dia 8), o curso básico do processo de doação de órgãos e tecidos para transplante do Programa Estadual de Transplantes (PET), para os profissionais de saúde.

O curso, que acontece anualmente, foi ministrado pelo coordenador do Programa, Sidney Pacheco, e ocorreu no Auditório do UniFOA (Centro Universitário de Volta Redonda), anexo ao Hospital São João Batista (HSJB). Devido à pandemia da Covid-19, houve número reduzido de participantes, com apenas 25 pessoas, entre médicos e enfermeiros. Participaram profissionais do HSJB; Regional; Hinja e do Pronto Atendimento do Conforto.

O objetivo do curso foi atualizar os profissionais da área – transmitindo informações sobre a doação de órgãos e tecidos no Estado do Rio e manutenção dos potenciais doadores até a doação efetiva – e aumentar o número de notificações. O Hospital São João Batista é o segundo no Estado apto para a captação de órgãos e conta com a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos (CIHDOTT), que acompanha todo o procedimento junto à família do doador.

O coordenador do CIHDOTT, o médico Jorge Manes Martins, explicou que qualquer pessoa deve manifestar à família o desejo de ser doador. “Nenhum documento deixado em vida possui valor legal para garantir a doação de órgãos de uma pessoa que faleceu. Por isso, é muito importante falar com a toda a família, principalmente com os familiares mais próximos, que você quer ser um doador de órgãos e tecidos”, disse. O médico explicou ainda que o processo de doação de órgãos ocorre em caso de morte encefálica – perda total e irreversível da função do encéfalo (cérebro e tronco encefálico) – órgão responsável pelo funcionamento do corpo humano.

“A morte encefálica é totalmente diferente do coma, quando o paciente ainda está vivo, mas não interage com as pessoas, enquanto o coma pode ser revertido, a morte encefálica é definitiva e é determinada após um protocolo, que prevê uma série de exames muito criteriosos, estabelecidos no Brasil, pelo Conselho Federal de Medicina. Nesse curso, os profissionais foram atualizados sobre os aspectos legais, éticos e técnicos do diagnóstico de morte encefálica, de avaliação e manutenção do potencial doador de órgãos e tecidos para transplantes, além de noções de acolhimento e de entrevista familiar”, comentou.

Após a autorização da família, as Centrais de Transplante de cada estado gerenciam uma lista única de receptores de cada órgão e os selecionam de acordo com critérios objetivos definidos pelo Ministério da Saúde. No Estado do Rio, os potenciais receptores são mantidos pelo PET (Programa Estadual de Transplantes) em um cadastro único, que concentra todas as pessoas que estão à espera de um órgão no Brasil.

O HSJB também conta com o Centro de Transplante de Córneas, o diretor médico do hospital, Flávio Augusto de Souza Reis, destacou que na pandemia houve diminuição no número de doadores, principalmente de córneas, e que o curso ajudará na captação de possíveis doadores.
“O curso visa esclarecer os profissionais de saúde a fundir a doação de órgãos e aumentar as notificações de possíveis doadores. Houve uma queda no número de doações de órgãos, nos últimos meses, e isso se deve à pandemia, mas também à falta de informação sobre a doação e captação. Muitos familiares pensam que a retirada da córnea vai deformar o corpo do paciente e isso não acontece. A cirurgia preserva a integridade física do corpo”, disse.

Daniela da Silva, enfermeira exclusiva da CIHDOTT, destacou a importância da doação de órgãos. Segundo a profissional, há centenas de pessoas aguardando na fila de transplantes. “O receptor de um órgão doado é sempre escolhido de acordo com critérios técnicos: compatibilidade; gravidade; porte físico; entre outros. Tudo isso é feito para que haja maior chance de sucesso do transplante”, falou.

O Programa Estadual de Transplantes (PET) foi lançado em abril de 2010 e é responsável pela aplicação do novo Regulamento Técnico elaborado pelo Ministério da Saúde, através do Sistema Nacional de Transplantes (SNT) no Estado do Rio de Janeiro.

We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. We also share information about your use of our site with our social media, advertising and analytics partners. View more
Cookies settings
Accept
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active

Who we are

Our website address is: http://agazetarm.com.br.

What personal data we collect and why we collect it

Comments

When visitors leave comments on the site we collect the data shown in the comments form, and also the visitor’s IP address and browser user agent string to help spam detection.

An anonymized string created from your email address (also called a hash) may be provided to the Gravatar service to see if you are using it. The Gravatar service privacy policy is available here: https://automattic.com/privacy/. After approval of your comment, your profile picture is visible to the public in the context of your comment.

Media

If you upload images to the website, you should avoid uploading images with embedded location data (EXIF GPS) included. Visitors to the website can download and extract any location data from images on the website.

Contact forms

Cookies

If you leave a comment on our site you may opt-in to saving your name, email address and website in cookies. These are for your convenience so that you do not have to fill in your details again when you leave another comment. These cookies will last for one year.

If you visit our login page, we will set a temporary cookie to determine if your browser accepts cookies. This cookie contains no personal data and is discarded when you close your browser.

When you log in, we will also set up several cookies to save your login information and your screen display choices. Login cookies last for two days, and screen options cookies last for a year. If you select "Remember Me", your login will persist for two weeks. If you log out of your account, the login cookies will be removed.

If you edit or publish an article, an additional cookie will be saved in your browser. This cookie includes no personal data and simply indicates the post ID of the article you just edited. It expires after 1 day.

Embedded content from other websites

Articles on this site may include embedded content (e.g. videos, images, articles, etc.). Embedded content from other websites behaves in the exact same way as if the visitor has visited the other website.

These websites may collect data about you, use cookies, embed additional third-party tracking, and monitor your interaction with that embedded content, including tracking your interaction with the embedded content if you have an account and are logged in to that website.

Analytics

Who we share your data with

How long we retain your data

If you leave a comment, the comment and its metadata are retained indefinitely. This is so we can recognize and approve any follow-up comments automatically instead of holding them in a moderation queue.

For users that register on our website (if any), we also store the personal information they provide in their user profile. All users can see, edit, or delete their personal information at any time (except they cannot change their username). Website administrators can also see and edit that information.

What rights you have over your data

If you have an account on this site, or have left comments, you can request to receive an exported file of the personal data we hold about you, including any data you have provided to us. You can also request that we erase any personal data we hold about you. This does not include any data we are obliged to keep for administrative, legal, or security purposes.

Where we send your data

Visitor comments may be checked through an automated spam detection service.

Your contact information

Additional information

How we protect your data

What data breach procedures we have in place

What third parties we receive data from

What automated decision making and/or profiling we do with user data

Industry regulatory disclosure requirements

Save settings
Cookies settings