Corpo de Baile de Caraguatatuba apresenta “Entre Espaços” para comemorar Dia Internacional da Dança

JC Curtis/Fundacc

Em comemoração ao Dia Internacional da Dança, celebrado em 29 de abril, o Corpo de Baile de Caraguatatuba estreia a performance “Entre Espaços”, vídeo especialmente criado para a data comemorativa. A apresentação será realizada nesta quinta-feira (29), às 20h, pelo Facebook e YouTube da Fundacc.

Os endereços são os seguintes: (facebook.com/Fundacc) e Youtube (youtube.com/c/FundaccOficial/). Também será apresentado no Youtube da Cia (encurtador.com.br/kvKX3).

No mesmo dia, será realizada, a partir das 18h, uma aula de dança contemporânea aberta ao público pela plataforma Google Meet.

Os interessados em participar, devem entrar em contato pelo e-mail: cbcaraguatatuba@gmail.com para receber o link da reunião, que poderá ser enviado com até 1h de antecedência para o início da aula.

Durante o encontro, que será ministrado de forma fragmentada pelos intérpretes da Cia, os participantes poderão vivenciar as dinâmicas, atividades, laboratórios e experimentações vivenciadas pelo grupo no seu dia a dia. Segundo a companhia, “Entre Espaços” é o ocupar, preencher, às vezes esvaziar. Pintar com  o nosso existir as molduras do mundo. Estar no lugar e ser o lugar. Deixar a dança, arquitetura do corpo, movimentar a vida inerte entre os espaços.

Dia Internacional da Dança

O Dia Internacional da Dança ou Dia Mundial da Dança, comemorado no dia 29 de abril, foi instituído pelo CID (Comitê Internacional da Dança) da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) no ano de 1982.

A data foi escolhida em homenagem ao nascimento do mestre francês Jean-Georges Noverre (1727-1810), que foi bailarino e professor de balé, e ficou conhecido por ter escrito uma das obras sobre a dança mais importante da história, Lettres sur La Danse ou “As Cartas Sobre a Dança”, em português.

Por coincidência, entre os brasileiros a data também pode estar associada ao aniversário de Marika Gidali, a bailarina que, com Décio Otero, fundou o Ballet Stagium em 1971 em São Paulo, para inaugurar no Brasil uma nova maneira de se fazer e apreciar dança.