Hemonúcleo de Volta Redonda faz apelo por doações

A direção do Hemonúcleo de Volta Redonda faz um apelo para aumentar o número de doadores.

O Banco de Sangue registrou queda no número de coletas diárias por conta da pandemia da Covid-19, fato que faz com que o estoque da unidade esteja recorrentemente abaixo do recomendável. O ideal é que entre 20 e 30 pessoas façam a doação de sangue diariamente e hoje este número é inferior a dez. 

A coordenadora do hemonúcleo, Marcelle Alves, afirmou que há falta de todos os tipos sanguíneos, porém, neste momento, o “O positivo”, “O negativo” e o “A positivo”, apresentam os estoques mais baixos. “Mas isto é variável. Precisamos de sangue de todos os tipos”, falou, agradecendo a iniciativa da Coordenadoria Municipal da Juventude que, neste mês, fez a campanha “Universitário Sangue Bom”, que ajudou aumentar um pouco o número de doações. 

O hemonúcleo de Volta Redonda funciona das 7h às 12h, de segunda a sexta-feira, anexo ao Hospital São João Batista (HSJB), no bairro São Geraldo. E, além do próprio hospital, atende ainda a outras três unidades dentro do município e mais duas em cidades vizinhas. 

“Acredito que as pessoas estejam receosas por conta da pandemia, principalmente, pelo banco de sangue estar dentro de um hospital. Avisamos que o atendimento aos doadores respeita todas as normas sanitárias de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus. O distanciamento social, a disponibilização de álcool 70%, a higienização das macas e equipamentos, além de ser obrigatório o uso de máscaras para doadores e funcionários”, disse Marcelle. 

Ela esclareceu ainda que antes da coleta de sangue o doador passa por uma triagem e responde a um questionário. No caso de pessoas infectadas pelo novo coronavírus ou que tiveram contato com alguém infectado, a doação de sangue só é permitida 30 dias após o fim dos sintomas – como febre, falta de apetite, perda do paladar e olfato, entre outros.

“Uma doação pode beneficiar até três pessoas diferentes, porque o sangue é dividido em partes, que são os hemocomponentes (plasma, plaquetas e hemácias)”, explicou a coordenadora do hemonúcleo, ressaltando a importância da doação. 

Requisitos para fazer a doação de sangue:

-Estar em boas condições de saúde;

Ter entre 16 e 69 anos. Pessoas acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado sangue alguma vez antes dessa idade;

-Pesar no mínimo 50 kg;

-Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);

-Estar alimentado (se comer alimentos gordurosos é necessário aguardar por 3 horas antes de doar);

-Apresentar documento original com foto, que permita o reconhecimento do candidato, emitido por órgão oficial;

-Aguardar 02 dias se foi vacinado contra a Covid-19 com a vacina CoronaVac;

-Aguardar 07 dias se foi vacinado contra a Covid-19 com a vacina de Oxford (AstraZeneca).