Homem encontrado morto em carro usado em assalto a banco em MG era procurado por crime semelhante, diz polícia

Segundo delegado, suspeito era natural do estado de São Paulo; investigações prosseguem.

corpo de assaltante foi encontrado dentro de veículo na zona rural de Jacuí — Foto: Reprodução / Redes Sociais
Foto: Reprodução / Redes Sociais

O assaltante que foi encontrado morto dentro de um carro após trocar tiros com a Polícia Militar depois de um assalto a banco em Jacuí (MG), na madrugada da última quinta-feira (8), já tinha um mandado de prisão em aberto por crime semelhante.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Vinícius Zamo, o homem, que não teve o nome divulgado, era natural de Jaboticabal, interior de São Paulo. Ele foi encontrado dentro de um veículo abandonado em uma estrada na zona rural entre a cidade e Monte Santo de Minas.

Conforme a Polícia Militar, dois veículos que teriam sido usados no assalto foram localizados e dentro de um deles estava o corpo. A suspeita é que ele tenha morrido após ser atingido na troca de tiros com os policiais militares. Os demais assaltantes seguem foragidos. A polícia informou que segue com as investigações.

O assalto

Segundo a polícia, os criminosos explodiram uma agência bancária e depois trocaram tiros com a polícia. Pelo menos sete suspeitos participaram da ação, que aconteceu por volta de 0h30.

Os suspeitos chegaram na cidade em dois veículos e estacionaram uma caminhonete na porta da agência. Os militares informaram que quatro homens entraram no banco e outros suspeitos faziam a segurança do local.

As explosões no interior da agência começaram pouco tempo depois. Enquanto alguns dos envolvidos estavam na região do banco, os outros estavam próximo ao destacamento da Polícia Militar.

Quadrilha explode agência bancária e troca tiros com militares em Jacuí, MG — Foto: Redes Sociais
Foto: Redes Sociais

A PM informou que os criminosos andaram de carro pelas ruas da cidade dando tiros para o alto. Os militares acreditam que os tiros foram disparados para intimidar os policiais.

Após a explosão na agência, a quadrilha fugiu. Durante a fuga, os criminosos e a PM trocaram tiros na saída da cidade. Nenhum policial se feriu e os suspeitos fugiram por estradas vicinais, sentido a Guaxupé (MG). A Polícia Civil não soube informar se os suspeitos conseguiram levar alguma quantia do banco.

Investigação

A polícia informou que vai investigar se a quadrilha está relacionada com o ataque a três agências bancárias em Mococa (SP) um dia antes, na quarta-feira (7). O município do Sul de Minas está localizado a aproximadamente 100 km de distância de Mococa, no interior paulista.

De acordo com delegado seccional de Casa Branca (SP), Benedito Antonio Noronha Junior, os bandidos não conseguiram levar dinheiro das agências do Santander e do Banco Mercantil. Até a tarde de quarta (7), a Caixa Econômica Federal (CEF) não havia passado informações sobre os prejuízos sofridos.

As Polícias Civil e Militar encontraram cinco carros usados pelos assaltantes. Dois veículos foram deixados no distrito de Igaraí, ainda em Mococa, e três estavam abandonados em uma área rural no município de Guaranésia (MG). Em um dos carros encontrados no Sul de Minas havia explosivos.

Polícia procura por criminosos que explodiram agência bancária em Jacuí — Foto: Fernanda Marion/EPTV
Foto: Fernanda Marion

Resumo

  • 00:37 – Criminosos armados param caminhonete em frente a uma agência bancária na Praça Presidente Vargas, 142, no Centro de Jacuí
  • Uma agência bancária é explodida pelos criminosos.
  • Simultaneamente, suspeitos monitoram destacamento da Polícia Militar, localizado a aproximadamente 500 metros da agência bancária
  • Suspeitos disparam para o alto pelas ruas da cidade
  • Criminosos começam a fugir e trocaram tiros com a Polícia Militar na saída da cidade.
  • Quadrilha foge por estradas vicinais.
  • O corpo de assaltante é encontrado dentro de um carro abandonado na zona rural
We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. We also share information about your use of our site with our social media, advertising and analytics partners. View more
Cookies settings
Accept
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active

Who we are

Our website address is: http://agazetarm.com.br.

What personal data we collect and why we collect it

Comments

When visitors leave comments on the site we collect the data shown in the comments form, and also the visitor’s IP address and browser user agent string to help spam detection.

An anonymized string created from your email address (also called a hash) may be provided to the Gravatar service to see if you are using it. The Gravatar service privacy policy is available here: https://automattic.com/privacy/. After approval of your comment, your profile picture is visible to the public in the context of your comment.

Media

If you upload images to the website, you should avoid uploading images with embedded location data (EXIF GPS) included. Visitors to the website can download and extract any location data from images on the website.

Contact forms

Cookies

If you leave a comment on our site you may opt-in to saving your name, email address and website in cookies. These are for your convenience so that you do not have to fill in your details again when you leave another comment. These cookies will last for one year.

If you visit our login page, we will set a temporary cookie to determine if your browser accepts cookies. This cookie contains no personal data and is discarded when you close your browser.

When you log in, we will also set up several cookies to save your login information and your screen display choices. Login cookies last for two days, and screen options cookies last for a year. If you select "Remember Me", your login will persist for two weeks. If you log out of your account, the login cookies will be removed.

If you edit or publish an article, an additional cookie will be saved in your browser. This cookie includes no personal data and simply indicates the post ID of the article you just edited. It expires after 1 day.

Embedded content from other websites

Articles on this site may include embedded content (e.g. videos, images, articles, etc.). Embedded content from other websites behaves in the exact same way as if the visitor has visited the other website.

These websites may collect data about you, use cookies, embed additional third-party tracking, and monitor your interaction with that embedded content, including tracking your interaction with the embedded content if you have an account and are logged in to that website.

Analytics

Who we share your data with

How long we retain your data

If you leave a comment, the comment and its metadata are retained indefinitely. This is so we can recognize and approve any follow-up comments automatically instead of holding them in a moderation queue.

For users that register on our website (if any), we also store the personal information they provide in their user profile. All users can see, edit, or delete their personal information at any time (except they cannot change their username). Website administrators can also see and edit that information.

What rights you have over your data

If you have an account on this site, or have left comments, you can request to receive an exported file of the personal data we hold about you, including any data you have provided to us. You can also request that we erase any personal data we hold about you. This does not include any data we are obliged to keep for administrative, legal, or security purposes.

Where we send your data

Visitor comments may be checked through an automated spam detection service.

Your contact information

Additional information

How we protect your data

What data breach procedures we have in place

What third parties we receive data from

What automated decision making and/or profiling we do with user data

Industry regulatory disclosure requirements

Save settings
Cookies settings