ALMG decreta luto pelas 40 mil mortes por Covid-19 em Minas

Em razão da medida, ficam proibidas comemorações no âmbito da Assembleia, durante três dias

O presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Agostinho Patrus (PV), decretou luto oficial de três dias, no âmbito do Parlamento mineiro, em razão das mais de 40 mil mortes provocadas pela Covid-19 em Minas Gerais. O decreto vigora deste sexta-feira (28/5/21) e foi publicado no Diário do Legislativo neste sábado (29).

Durante o período de luto oficial, ficam proibidas comemorações de qualquer natureza na Assembleia. As bandeiras de Minas Gerais e de Belo Horizonte estão hasteadas a meio-mastro no Hall das Bandeiras da ALMG, em memória e respeito às vítimas da doença.

“Quarenta mil mortes pela Covid-19 em Minas Gerais. Peço que hoje dediquemos nossos pensamentos às mães, pais, avós, irmãs e irmãos que partiram de forma tão trágica. Cada um era especial e amado. Para honrar tantas memórias, decretamos luto oficial na ALMG”, afirmou o presidente Agostinho Patrus.

O Boletim Epidemiológico divulgado nesta sexta-feira pela Secretaria de Estado de Saúde registra 40.026 mortes por Covid-19 e 1.555.284 casos confirmados da doença.

Fonte: ALMG