Condenado por assassinar policial militar em em São José dos Campos, SP é preso no Paraná após mais de sete anos foragido

Segundo o BPFron, homem era procurado desde 2013, quando o PM foi baleado e morto aos 26 anos de idade. Mandado de prisão foi cumprido em Realeza, no sudoeste do Paraná.

Mandado de prisão foi cumprido pelo BPFron, em Realeza — Foto: BPFron/Divulgação
Foto: BPFron/Divulgação

Um homem condenado por matar um policial militar em 2013, em São José dos Campos (SP), foi encontrado e preso em Realeza, no sudoeste do Paraná, na quarta-feira (26), segundo o Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron).

De acordo com o batalhão, o acusado estava foragido desde 2013.À época do crime, a vítima tinha 26 anos e foi baleada enquanto deixava a academia.

O mandado de prisão cumprido foi expedido pela 2°Vara Criminal de São José dos Campos. O homem é condenado a 20 anos de reclusão em regime fechado.

Conforme o BPFron, os policiais militares encontraram o foragido após receberam uma denúncia anônima sobre um possível foragido da Justiça, que seria dono de um estabelecimento comercial em Realeza.

O batalhão informou que o preso foi entregue na Delegacia da Polícia Civil de Realeza e está à disposição da Justiça.

O caso

O policial militar Dennis Santos Murad fechava a academia de um amigo, onde costumava malhar, quando dois homens se aproximaram e atiraram. O homicídio ocorreu no dia 30 de janeiro de 2013.

À época, a vítima chegou a revidar o tiro e correu alguns passos, mas não resistiu e morreu minutos depois.

O corpo do policial, que trabalhava em São Paulo, mas morava em São José dos Campos, foi encontrado caído no chão após denuncia anônima pelo 190, segundo a Polícia Militar.

O carro usado pelos atiradores foi localizado no Parque Meia Lua, em Jacareí (SP).