Suspeito de feminicídio em Três Rios é preso no Rio

Na noite de ontem (30) uma briga de casal em um dos apartamentos conhecidos como BNH do América, na Rua Doutor Bernardo Bello no Centro de Três Rios, ternimou com uma mulher morta a facadas.

A PM informou que recebeu denúncia de possível feminicídio em dos apartamentos do condomínio, no local após contato com vizinhos que relataram terem ouvido discussões, gritos, barulho e um último grito de “desgraçado”, por volta de 05h de domingo (30), e logo em seguida, não havia mais nenhum sinal de briga.

No apartamento, moravam Juliano Ribeiro Reinaldo de 41 anos e Cristiane da Silva de 35 anos. Segundo informações do 38º BPM (Três Rios) no local estava o delegado de plantão da 108ª DP (Três Rios), André Prattes, com agentes da delegacia e PM lotados no batalhão trirriense, após algumas horas, a locatária do apartamento foi localizada com as chaves e dentro do apartamento, Cristiane foi encontrada morta com vários cortes pelo corpo e com uma faca cravada no peito.

Informações ainda dão conta que o suspeito do feminicídio, Juliano Ribeiro Reinaldo, fugiu e ligou para a mãe, de um local na cidade do Rio de Janeiro, dizendo que havia “feito merda”.

O corpo de Cristiane, após perícia da Polícia Civil foi encaminhado para o IML de Três Rios. A 108ª DP já abriu a investigação sobre feminicídio e mais diligências serão realizadas.

Mulher levou 61 facadas, diz Polícia Civil

A mulher levou 61 facadas do agressor, segundo a Polícia Civil. De acordo com os agentes, testemunhas disseram que os dois também trabalhavam juntos e que a relação deles havia começado há cerca de um ano.

O homem foi preso na manhã desta segunda-feira (31), no Rio, para onde tinha fugido. Ele foi levado para a delegacia de Três Rios e vai responder por feminicídio.