Presidente da Firjan entrega ao governador lista de projetos prioritários de infraestrutura para o estado

Para o Sul Fluminense, foi solicitada a adequação de acesso ao Cluster Automotivo a partir de melhorias nas rodovias da localidade, proporcionando melhor tráfego e escoamento da produção

O presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, entregou ao governador do estado, Cláudio Castro, o documento “Rio Canteiro de Obras”, que lista 22 projetos de Infraestrutura que representam R$ 9,4 bilhões em investimentos, com efeito multiplicador de R$ 11,9 bilhões e potencial de geração de 135 mil empregos diretos e indiretos. No Sul Fluminense foram reivindicadas melhorias nas rodovias que concedem acesso ao Cluster Automotivo, uma vez que o complexo industrial representa 10% do faturamento de toda a indústria do Rio. A relação das obras foi elaborada após um pedido de Castro à Firjan. A reunião ocorreu no Palácio Guanabara, nesta sexta-feira, 11/06. 

No evento “Rio Canteiro de Obras”, em maio, quando a federação debateu a retomada econômica fluminense, o governador anunciou o investimento de até R$ 7 bilhões em Infraestrutura, com recursos da recente concessão dos serviços de saneamento básico da Cedae. 

“Os investimentos no setor de Infraestrutura vão gerar ampla gama de benefícios à sociedade fluminense, aumentando a competitividade e a produtividade das indústrias no Estado do Rio de Janeiro e abrindo caminho para a geração de empregos e renda. Vale lembrar que tudo isso foi só possível graças aos recursos obtidos com a recente concessão dos serviços de saneamento básico, que permitirá a melhoria no abastecimento de água e a ampliação da rede de esgotamento sanitário, assegurando mais saúde e qualidade de vida para a população”, afirmou o presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira.

O governador destacou: “Com esse recurso que virá teremos oportunidade de fazer obras transformadoras, que gerarão o desenvolvimento econômico de nosso estado. Pedi à Firjan que nos ajudasse a encontrar esses projetos, a entender o que a sociedade quer desse recurso. Essa ação da Firjan, que já agradeço demais, coroa esse diálogo que o governo tem com todos aqueles que geram desenvolvimento econômico e social. A ideia é que esse recurso gere obras e empregos”.

A relação dos 22 projetos foi elaborada com base em estudos de prioridades para o desenvolvimento socioeconômico fluminense. Há investimentos em diferentes graus de maturidade, em todas as regiões do estado. Alguns já foram iniciados, mas se encontram paralisados, com possibilidade de conclusão no curto prazo. Há projetos de intervenções emergenciais nos distritos industriais e investimentos importantes para regiões que vão promover efeitos multiplicadores na economia local. Haverá impactos também na redução de custos de frete, melhoria na mobilidade urbana e atração de novas empresas, entre outros aspectos positivos.  

Veja a lista dos projetos:

(1) Acesso ao Distrito Industrial de Santa Cruz – Infraestrutura debilitada, com alagamentos e vias esburacadas, afeta a competitividade das 14 empresas do local e prejudica a entrada e saída de caminhões e dos 15 mil trabalhadores, além dos visitantes. 

(2) Adequação da Infraestrutura do Distrito Industrial de Queimados – Requer recapeamento das vias internas, drenagem, reposição de cabos de telecomunicações, reparo da iluminação, adequação dos acessos e reforço da segurança. Suas 30 empresas, com 2.000 empregos, concentram 70% do PIB do município. 

(3) Anel Rodoviário de Campos Elíseos – Implantação de rota alternativa de 6 km de extensão ligando o Polo Petroquímico de Duque de Caxias à BR-493 (Arco Metropolitano), beneficiando os 300 mil moradores da região, 30 empresas e 10 mil empregos. 

(4) Acesso ao Porto do Açu (RJ-244) – Implantação de rodovia de 43 km ligando a BR-101 ao Porto do Açu e Distrito Industrial de São João da Barra. Atualmente é preciso passar por dentro de Campos dos Goytacazes. O trânsito, só de caminhões, são 500 por dia. 

(5) Adequação da Infraestrutura do Distrito Industrial de Campos – Construção de novo acesso rodoviário até a BR-101, recapeamento viário interno, melhoria da sinalização e ordenamento territorial. São 12 empresas, 1.000 empregos e há potencial para crescer.  

(6) Adequação da infraestrutura do Distrito Industrial de Três Rios – Melhoria na infraestrutura de telecomunicações, reforço da segurança pública, entre outras medidas, para que o potencial do local seja aproveitado. Hoje são mais de 300 empregos em indústrias de ramos variados.  

(7) Adequação de acesso ao ClusterAutomotivo – Requer melhorias às áreas industriais e ao escoamento da produção, como nas rodovias RJ-143 e RJ-153. Situado no Sul Fluminense, o cluster representa 10% do faturamento de toda a indústria do Rio.  

(8) Adequação da infraestrutura do Condomínio Industrial Jardim Marajoara (Japeri) – Ação emergencial, em conjunto com a prefeitura, para os acessos e infraestrutura interna, com foco em pavimentação e drenagem viária, com vistas a aproveitar melhor as vantagens logísticas locais. 

(9) Rodovia Transbaixada (RJ-103) – Implantação dos 14 km ligando a BR-040 à Via Light para a melhoria da logística e mobilidade urbana na Região Metropolitana. A obra vai aliviar o trânsito na BR-040, na BR-116 e na Av. Brasil. 

(10) Revitalização da RJ-130 (Teresópolis-Friburgo) – A rodovia de 68 km recebe 600 caminhões/dia e transporta 90% das hortaliças consumidas em todo o estado. As melhorias ainda vão fomentar o potencial turístico ao longo de toda a extensão da via. 

 (11) Adequação da RJ-116 – Implantação de contornos não contemplados na atual concessão, no trecho Itaboraí-Macuco, beneficiando mais de 559 mil habitantes. A rodovia passa próximo aos polos Gaslub (antigo Comperj), Cimenteiro de Cantagalo/Macuco e a cooperativas de leite. 

 (12) Pavimentação da RJ-140 –No trecho entre Araruama e São Pedro da Aldeia, a intervenção visa aumentar a segurança viária e reduzir custos logísticos. A rodovia passa próximo ao Condomínio Industrial Itatiquara (Araruama) e ao Polo Industrial de São Pedro da Aldeia. 

 (13) Linha 3 do Metrô– Implantação da linha de cerca de 22 km, ligando Niterói a São Gonçalo. Segundo o IBGE, mais de 120 mil pessoas se deslocam de uma cidade à outra, diariamente, constituindo assim o segundo maior movimento pendular do Brasil.  

 (14) Adequação das rodovias estaduais do Noroeste Fluminense –As RJs 198, 206, 210, 214 e 230 integram os municípios da região, atingindo também Campos dos Goytacazes e São Fidélis. Impacto para mais de 760 mil habitantes dos municípios abrangidos. 

 (15) BR-356 – Contorno de Itaperuna – Ação em conjunto com o governo federal para obra de 12 km. A separação dos tráfegos local e de longa distância aumentará a segurança viária. A BR-356 é crucial para o acesso ao Porto do Açu, que movimenta cerca de 500 caminhões/dia. 

 (16) Concessão de rodovias estaduais – Eixo Noroeste – Engloba as vias RJs 122, 158, 160 e 186, totalizando 195 km. Prevê investimentos de melhoria operacional, como implantação de acostamento, faixas adicionais, construção de Centro de Controle Operacional, monitoramento em tempo real e registro de dados de viagens.  

 (17) Ponte da Integração – Conclusão de ponte de 1,3 km sobre o Rio Paraíba do Sul, ligando São João da Barra a São Francisco de Itabapoana, encurtando em 80 km o trajeto. Cerca de 60% dos trabalhos já foram concluídos. Região escoa produção de frutas e das usinas de cana-de-açúcar do Norte Fluminense. 

 (18) Adequação de rodovias estaduais do Norte Fluminense – Inclui as RJs 196, 216, 168 e 238, que integram os municípios da região. Vai beneficiar os mais de 910 mil habitantes locais. 

 (19) Restauração da Linha Vermelha – Obras de recuperação do pavimento e da iluminação pública. A via é conectada à BR-040, BR-101 e Linha Amarela, além de ser o principal acesso ao Aeroporto do Galeão, desempenhando papel fundamental para a mobilidade metropolitana.  

 (20) Linha 4 do Metrô – Estação Gávea – Conclusão da ligação Gávea-Uruguai, projetada para receber cerca de 19 mil passageiros por dia. As obras foram paralisadas em 2015. Permitiria a melhor distribuição dos passageiros pelas linhas, aliviando a lotação dos trens e contribuindo para a mobilidade urbana metropolitana.  

 (21) Extensão da Linha 2 do Metrô – Implantação do trecho Estácio-Praça XV, de 3,7 km. Potencial de incremento de 400 mil passageiros/dia na Linha 2. O novo trecho permitirá a redução dos intervalos entre os trens e aumento da capacidade do metrô.  

 (22) Acesso ferroviário ao Galeão – Implantação de metrô leve de 17 km, ligando o Centro do Rio de Janeiro ao Aeroporto Internacional, melhorando seu acesso. Traçado previsto: do Estácio ao Galeão.

Por Leandro Eiró |Assessor de imprensa e produtor de conteúdo

We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. We also share information about your use of our site with our social media, advertising and analytics partners. View more
Cookies settings
Accept
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active

Who we are

Our website address is: http://agazetarm.com.br.

What personal data we collect and why we collect it

Comments

When visitors leave comments on the site we collect the data shown in the comments form, and also the visitor’s IP address and browser user agent string to help spam detection.

An anonymized string created from your email address (also called a hash) may be provided to the Gravatar service to see if you are using it. The Gravatar service privacy policy is available here: https://automattic.com/privacy/. After approval of your comment, your profile picture is visible to the public in the context of your comment.

Media

If you upload images to the website, you should avoid uploading images with embedded location data (EXIF GPS) included. Visitors to the website can download and extract any location data from images on the website.

Contact forms

Cookies

If you leave a comment on our site you may opt-in to saving your name, email address and website in cookies. These are for your convenience so that you do not have to fill in your details again when you leave another comment. These cookies will last for one year.

If you visit our login page, we will set a temporary cookie to determine if your browser accepts cookies. This cookie contains no personal data and is discarded when you close your browser.

When you log in, we will also set up several cookies to save your login information and your screen display choices. Login cookies last for two days, and screen options cookies last for a year. If you select "Remember Me", your login will persist for two weeks. If you log out of your account, the login cookies will be removed.

If you edit or publish an article, an additional cookie will be saved in your browser. This cookie includes no personal data and simply indicates the post ID of the article you just edited. It expires after 1 day.

Embedded content from other websites

Articles on this site may include embedded content (e.g. videos, images, articles, etc.). Embedded content from other websites behaves in the exact same way as if the visitor has visited the other website.

These websites may collect data about you, use cookies, embed additional third-party tracking, and monitor your interaction with that embedded content, including tracking your interaction with the embedded content if you have an account and are logged in to that website.

Analytics

Who we share your data with

How long we retain your data

If you leave a comment, the comment and its metadata are retained indefinitely. This is so we can recognize and approve any follow-up comments automatically instead of holding them in a moderation queue.

For users that register on our website (if any), we also store the personal information they provide in their user profile. All users can see, edit, or delete their personal information at any time (except they cannot change their username). Website administrators can also see and edit that information.

What rights you have over your data

If you have an account on this site, or have left comments, you can request to receive an exported file of the personal data we hold about you, including any data you have provided to us. You can also request that we erase any personal data we hold about you. This does not include any data we are obliged to keep for administrative, legal, or security purposes.

Where we send your data

Visitor comments may be checked through an automated spam detection service.

Your contact information

Additional information

How we protect your data

What data breach procedures we have in place

What third parties we receive data from

What automated decision making and/or profiling we do with user data

Industry regulatory disclosure requirements

Save settings
Cookies settings