Cidades do Sul Fluminense oferecem abrigo a moradores de rua

Em Barra do Piraí, Resende e Volta Redonda, os espaços são fixos e funcionam durante todo o ano. Já em Barra Mansa e Três Rios os abrigos são temporários e atendem até o fim do inverno.

Espaços oferecem alojamentos, banho, comida e, alguns, cursos — Foto: Divulgação/Prefeitura de Volta Redonda
Espaços oferecem alojamentos, banho, comida e, alguns, cursos — Foto: Divulgação/Prefeitura de Volta Redonda

Esfriou e, por conta disso, pelo menos cinco cidades do Sul do Rio estão oferecendo abrigo gratuito para moradores de rua.

Em Barra do Piraí, Resende e Volta Redonda, os espaços são fixos e funcionam durante todo o ano. Já em Barra Mansa e Três Rios os abrigos são temporários e atendem até o fim do inverno. (veja abaixo o que fazer para ser atendido).

Barra do Piraí

  • Onde: Rua Cristiano Otoni, n° 208, no Centro
  • Período de funcionamento: 24h
  • O que fazer para ter direito? Ir ao Centro de Referência Especializado e Assistência Social (Creas), na Rua Moraes Barbosa, n° 120, no Centro, e pegar o encaminhamento. Em seguida, deverá fazer um teste de Covid-19 na Santa Casa antes de morar no abrigo.
  • O que oferece: Moradia e alimentação
  • Capacidade: 20 pessoas

Barra Mansa

Barra Mansa vai inaugurar um abrigo fixo no mesmo local ainda neste mês — Foto: Divulgação/Prefeitura de Barra Mansa
Barra Mansa vai inaugurar um abrigo fixo no mesmo local ainda neste mês — Foto: Divulgação/Prefeitura de Barra Mansa
  • Onde: Antigo Asilo dos Vicentinos, na Rua São Vicente de Paula, n° 508, no bairro Siderlândia
  • Período de funcionamento: 19h às 7h30/8h
  • O que fazer para ter direito?* Ir direto ao abrigo. Deve haver o interesse e aceitação das regras
  • O que oferece: Acolhimento noturno, banho, alimentação e atendimento de psicólogos e assistentes sociais
  • Capacidade: 30 pessoas

*A prefeitura disponibiliza um ônibus às 18h para quem tiver interesse em se abrigar. O coletivo sai do restaurante popular, passa pelo terminal da matriz e pelo Jardim das Preguiças.

A cidade está construindo um abrigo fixo no mesmo local e será inaugurado no dia 23 deste mês, informou a prefeitura.

Resende

Abrigo de Resende oferece refeição aos hóspedes — Foto: Divulgação/Prefeitura de Resende
Abrigo de Resende oferece refeição aos hóspedes — Foto: Divulgação/Prefeitura de Resende
  • Onde: Rua Pedro Braile Neto, no Centro, próximo à Igreja Matriz
  • Período de funcionamento: 24h
  • O que fazer para ter direito? Ir ao Centro Pop, na Rua do Rosário, n° 230, bairro Lavapés. Lá, o interessado passará por uma avaliação feita por um profissional
  • O que oferece: Higiene pessoal, alojamento, alimentação e oficinas
  • Capacidade: 28 pessoas (divisão entre gêneros feita de acordo com a demanda)

Três Rios

Abrigo de Três Rios será temporário  — Foto: Divulgação/Prefeitura de Três Rios
Abrigo de Três Rios será temporário — Foto: Divulgação/Prefeitura de Três Rios
  • Onde: Centro Dia, na Margem Direita, ao lado do Horto Municipal
  • Período de funcionamento: 19h às 7h
  • O que fazer para ter direito? Fazer um cadastro no próprio abrigo e teste de Covid-19.
  • O que oferece: Alojamento, higiene pessoal, espaço de convivência e alimentação (jantar e café da manhã)
  • Capacidade: 20 pessoas

Volta Redonda

Abrigo de Volta Redonda é fixo — Foto: Divulgação/Prefeitura de Volta Redonda
Abrigo de Volta Redonda é fixo — Foto: Divulgação/Prefeitura de Volta Redonda
  • Onde: Abrigo Municipal Seu Nadim, na Rua 560, bairro Nossa Senhora das Graças. Telefone para contato: (24) 3347-7178
  • Período de funcionamento: 24h
  • O que fazer para ter direito? Usuário deve procurar o Centro Pop, na Rua Geraldo Di Biasi, nº 298, bairro Aterrado (ao lado do Cais), com RG e CPF. Lá, ele será avaliado por psicólogo e assistente social e, somente após esta análise, passará a morar no abrigo
  • O que oferece: Cinco refeições diárias aos usuários, acolhimento, banho e oficinas
  • Capacidade: 25 pessoas (20 homens e 5 mulheres)