Escolas da Rede Municipal de Miguel Pereira se preparam para retomada presencial das aulas

Marcado para iniciar o retorno presencial a partir de agosto de 2021, as unidades da Rede Municipal vêm sendo organizadas de acordo com o plano estratégico de retomada presencial publicado no Diário Oficial de 9 de julho de 2021. O plano de retomada prevê um retorno presencial progressivo dos anos escolares atendidos pela rede municipal, começando pelas turmas de 5º e 9º ano.

A Secretaria Municipal de Educação, seguirá o que está preconizado no Plano de Ação elaborado pela Comissão de Planejamento e Acompanhamento do Retorno às Aulas Presenciais de Miguel Pereira, inclusive no que tange ao horário das aulas presenciais, com no mínimo 2 horas de atendimento ao aluno. Sendo assim, o turno da manhã terá aulas das 7h30min às 10h, o turno da tarde das 14h às 16h30min e o turno da noite, das 18h30min às 20h30min.

Cada unidade escolar organizará os horários de atendimento aos alunos que estarão no atendimento de forma presencial e aos que estarão de forma remota, respeitando as legislações vigentes, tendo assim no município e garantido aos pais e responsáveis por lei, o ensino híbrido.

Retomada da Educação na Rede Municipal

Para um retorno seguro, a Prefeitura resolveu criar protocolos, um calendário de retorno e investir na infraestrutura das unidades. Todas as unidades passaram por adequações orientadas pela Vigilância Sanitária e todos os funcionários da rede foram vacinados, ainda que com a primeira dose da vacina contra covid-19. De acordo com Amine Elmor, Secretária Municipal de Educação, a Prefeitura fez ajustes nas escolas municipais que possibilitam o retorno às atividades presenciais. “As escolas municipais ficaram fechadas, sem atividades pedagógicas presenciais. Antes de uma escola retomar com o ensino presencial, ela precisa passar por todas as adequações necessárias e, assim, se tornar apta a receber alunos, professores, funcionários, pais e responsáveis com segurança. Aqui no município todas as adequações estão sendo feitas de acordo com o protocolo seguido e criado para atender as demandas da rede.”- concluiu Amine.

Além disso, vale lembrar que as escolas ainda precisam ofertar o ensino remoto, pois o retorno às aulas presenciais ainda não é obrigatório. 

Por Comunicação PMMP