Enfermeira trans que coordenava serviço de combate e prevenção a ISTs morre aos 56 anos em Lorena

Morreu no domingo (01) a enfermeira transexual Monique Fernandes, 56 anos, que coordenava o serviço de combate e tratamento de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) em Lorena.

A Prefeitura de Lorena lamentou a morte dela nas redes sociais em uma postagem nesta terça-feira (3).A enfermeira atuava há 30 anos na secretaria municipal de saúde.

Ela era coordenadora do ambulatório da cidade que presta tratamento a pessoas portadoras de HIV, AIDS, Hepatites virais e outras infecções.Monique fazia parte do Coletivo Movimento de Apoio e Acolhimento de Juventudes (Maaju), que atua no apoio a jovens LGBTQIA+ em Lorena. O grupo prestou homenagens a ela nas redes sociais.