Polícia indicia homem por maus-tratos após atropelar cadela em Conceição da Aparecida

 Foto: Polícia Civil

Um homem foi indiciado pelo crime de maus-tratos de animais após atropelar uma cadela em Conceição da Aparecida (MG). Segundo a Polícia Civil, as investigações começaram após o registro da ocorrência de atropelamento, no dia 27 de maio deste ano.

Durante o inquérito, a polícia teve acesso ao relatório médico, juntou fotografias, ouviu o veterinário que fez o primeiro atendimento e as testemunhas presenciais. A partir disso, a polícia concluiu que o investigado atropelou a cadela e deixou o animal no local sem prestar socorro. A cadela precisou amputar uma das patas traseiras.

“Os animais sofrem da mesma forma que os seres humanos. Sentem alegria, tristeza, dor, medo e agonia. Precisam ser respeitados e ter a sua dignidade reconhecida”, afirmou o delegado responsável pelo caso, Roberto Fontes.

O inquérito policial foi encaminhado ao Poder Judiciário. Atualmente, quem maltrata os animais é enquadrado no art. 32 da Lei 9.605/98, com pena de detenção de três meses a um ano de reclusão, além de multa.