Preso o ex-prefeito de Paulo de Frontin, RJ

O ex-prefeito de Engenheiro Paulo de Frontin de 2004 a 2008, Eduardo Ramos da Paixão, foi condenado e preso por ter celebrado, em 2007, um contrato para bailes carnavalescos sem licitação, sem ter justificativa para a escolha do contratado ou o preço do contrato. À época, o contrato firmado irregularmente foi de R$ 92 mil.

Contra o ex-prefeito, havia um mandado de prisão, que foi cumprido na residência dele na Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro. Eduardo Paixão foi condenado a quatro anos e dois meses de prisão.

O caso foi apurado pela delegacia de polícia de Paulo de Frontin, que indiciou o ex-prefeito, levando à sua condenação após denúncia do Ministério Público.