Primeira cirurgia cardíaca de alta complexidade abre planos para novos procedimentos na Santa Casa de Lorena

Operação inédita inaugura centro cirúrgico especializado do hospital; planejamento para tornar serviço referência via SUS

Operação de alta complexidade, realizada na última quinta-feira; marco para a medicina do hospital lorenense (Foto: Divulgação SCL)

A Saúde de Lorena teve um dia histórico na última quinta-feira (19), com a realização da primeira cirurgia cardíaca de alta complexidade no município. A Santa Casa e a equipe médica têm como satisfatório o procedimento cirúrgico que levou cinco horas para a conclusão. O novo serviço amplia a rede de atendimentos.

A cidade, que completará 233 anos de emancipação política em novembro, tem como um marco a realização desta cirurgia, também conhecida como ponte de safena. Após cinco horas de trabalhos, com início pela manhã e término no período da tarde, o paciente, um morador natural de Lorena, de 59 anos, passa bem. De acordo com as últimas informações da Santa Casa, ele segue internado em um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) se recuperando, um procedimento normal para este tipo de complexidade.

A operação, liderada pelos médicos Ailton Barbosa e Wanderbilt Duarte, contou com o apoio de toda a equipe de saúde necessária para o sucesso do procedimento. Segundo a gerente de enfermagem do Hospital, Elaine Virgínio, a cirurgia vem sendo idealizada, programada e toda a equipe organizada há um tempo para a realização com a maior segurança e qualidade nos serviços.

Para o superintendente da Santa Casa, Dario Costa, a cirurgia só foi possível após os investimentos nas instalações. Ele ressaltou ainda que além de histórica, ela tem extrema importância por ter inaugurado o novo centro cirúrgico especializado em cardiologia do hospital. “Após a reformulação do Pronto Atendimento SUS, estamos investindo em diversos outros setores do hospital para continuar se consolidando como uma referência em toda a região. Mais investimentos estão por vir.”

A oferta deste serviço amplia o conforto para os pacientes que necessitarem de um procedimento como este, que por enquanto será realizado apenas de forma particular e via planos de saúde, como o caso do lorenense, que é usuário do plano CAS, o Plano de Saúde da Santa Casa de Lorena que atende outros municípios com filiais em Cruzeiro e Guaratinguetá. “Hoje em dia podemos fazer esse procedimento apenas pelo convênio ou de forma privada, porque para realizar pelo SUS são necessários outros procedimentos administrativos para habilitar e credenciar o serviço”, explicou Elaine ao citar as intenções futuras de disponibilizar o trabalho na rede pública, referenciando Lorena assim como Taubaté.

Como o centro cirúrgico é novo, a equipe também está sendo montada para manter o atendimento humanizado com a técnica necessária para resultados satisfatórios para todas as vias, instituição, profissionais e principalmente o usuário.

Por Rafaela Lourenço | Jornal Atos