Professor suspeito de pedofilia é preso pela Policia Civil de Carmo de Minas durante operação ‘Magister’

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deflagrou Operação Magister que resultou na prisão de professor suspeito de praticar pedofilia em Itajubá, sul do Estado.

A prisão aconteceu na tarde desta terça-feira (10/O8), na cidade de Carmo de Minas, em Minas.

Em contato com a reportagem a PCMG informou que a equipe da Delegacia Regional de Polícia Civil em Itajubá iniciou as investigações em julho, quando a mãe de uma das vítimas, hoje com 15 anos de idade, informou que a criança, na época com nove anos, havia sido molestada sexualmente em 2015.

De acordo com ela, o filho estava com comportamentos estranhos e cada vez mais retraído. Após algumas conversas, o adolescente relatou o que ocorria na escola.

Com os levantamentos, os policiais identificaram outras cinco vítimas com idades entre nove e 11 anos na época dos delitos.

A Polícia Civil também informou que o investigado, de 35 anos, é professor e já exerceu o cargo de conselheiro tutelar. Com o Mandado de prisão temporária, os policiais efetuaram o localizaram em uma escola onde trabalha, mesma cidade em que mora.

No ano em que ocorreram os crimes, o suspeito lecionava na zona rural de Itajubá.De acordo com as investigações, o professor abordava as crianças no banheiro e as tocava em suas partes íntimas.

Por Rogério Brasil | O Popular Net