Projeto Maria Flor e Fundo Social de São Sebastião, SP oferecem workshop gratuito sobre alimentação saudável

O Projeto Maria Flor, em parceria com o Fundo Social de Solidariedade de São Sebastião, está com inscrições abertas até domingo (8) para o workshop gratuito Culinária Saudável, ministrado por Regina Tchelly, fundadora do Projeto Favela Orgânica. As pessoas interessadas devem se inscrever pelo WhatsApp (12) 99120-8209.

Parceiro do Fundo Social de São Sebastião, o Projeto Maria Flor é uma ação social que visa proporcionar conhecimento e experiências que promovam desenvolvimento profissional aliados à qualidade de vida de mulheres, principalmente aquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Decoradora e empresária há oito anos no ramo de floricultura, a idealizadora do projeto, Gabriela Palmeira, está programando uma série de workshops gratuitos que trarão oportunidade que promovam o empreendedorismo e a independência financeira dessas mulheres.

O primeiro curso será com a fundadora do projeto Favela Orgânica, Regina Tchelly, que vai ensinar 100 mulheres ao longo de 2021 a aplicar técnicas de culinária sustentável, evitar o desperdício de alimentos, e combater a fome de forma prática com alimentos baratos e nutritivos. O projeto Favela Orgânica trabalha com o Ciclo do Alimento: Consumo Consciente, Compostagem Caseira, Hortas em Pequenos Espaços e Gastronomia Alternativa (Aproveitamento Total dos Alimentos).

Com vagas para 40 participantes, a primeira turma começa na segunda-feira (9) e se estende até o fim do mês. Os horários e os dias de workshop serão planejados de acordo com a disponibilidade das participantes.

Mulheres interessadas em fazer o curso devem se inscrever por meio de mensagens pelo Whatsapp (12) 99120-8209.

Caso o número de inscritas seja maior do que o limite de vagas, o critério de desempate será a renda financeira. Como será um curso online, é necessário que a participante tenha acesso à internet.

“O que queremos com o projeto Maria Flor é oferecer oportunidade de empreendimento a mulheres que estão passando por uma situação financeira crítica, com conhecimento que proporcione sustentabilidade, de uma forma acessível e sem desperdício. Aqui, alimentos que iriam parar no lixo são transformados em ingredientes principais”, afirmou Gabriela.

As participantes que realizarem o curso completo serão contempladas com um kit de hortaliças completo para que possam dar início ao seu próprio empreendimento.

Após a finalização desse curso, Gabriela irá compartilhar seu conhecimento como proprietária de floricultura e decoradora e aplicará uma Oficina de Arte Floral, com o objetivo de formar floristas que consigam atender o mercado de casamento no ano de 2022.

Por Radar Litoral