Caçapava, SP realiza a 3ª visita técnica em empreendimentos com potencial turístico

A Prefeitura de Caçapava, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Agricultura – Divisão de Turismo, em parceria com o COMTUR (Conselho Municipal de Turismo) e com a empresa Focus, realizou na quarta-feira (15) uma visita técnica aos empreendimentos com potencial turístico localizados na Rota 5 do Mapa do Turismo do Município.

O objetivo das visitas, que têm acontecido sequencialmente, é atualizar o mapeamento e inventário turístico de Caçapava para a implementação do Plano Diretor de Turismo Revisional, que está em fase de desenvolvimento. O Plano visa inserir o município na Lei Estadual 1261/2015, que classifica as estâncias e os municípios de interesse turístico do Estado de São Paulo.

A Rota 5 compreende a região de Piedade e da Estrada da Serrinha, abrangendo os seguintes empreendimentos: Alambique Desaros, Alambique do Antenor, Alambique da Maristela e também a Fazenda Histórica Nossa Senhora da Conceição.

A primeira parada foi no Alambique Cachaça Desaros, localizado na região de Piedade. Os empreendedores apresentaram para a equipe de técnicos e voluntários do turismo, o processo de produção da cachaça, suas etapas e diferenças no produto final. O empreendimento está em fase de implementação e já possui projeto para receber visitas futuras.

Na sequência, o grupo foi recepcionado na fazenda histórica Nossa Senhora da Conceição, que remonta aos tempos da cultura do café, com casarão sede que data de 1890. Os primeiros donos foram o Sr. João Moreira da Costa e a Sra. Carolina Leite Moreira da Costa, que foram deixando a propriedade para os filhos e netos até chegar a 6ª geração de proprietários. O casarão ainda guarda mobiliário e decoração do século XIX, incluindo peças sacras e um belo piano. Atualmente, a fazenda está fechada para visitação.

O terceiro empreendimento visitado foi o Alambique do Antenor, que já possui estrutura comercial para atendimento ao público e produz cachaça certificada do Município. O espaço conta com restaurante rústico, que funciona todos os dias, das 8h às 15h, sem necessidade de reserva. Serve almoço e petiscos. A produção da cachaça neste alambique vai desde o plantio de cana até o produto final. O endereço do alambique é Rodovia João do Amaral Gurgel, km 10 – Guamirim.

A última parada, encerrando o roteiro, foi a visitação ao Alambique Maristela, que está em fase de regularização. A produção da cachaça neste empreendimento acontece desde a produção da cana-de-açúcar até o envase do produto final. A destilação é feita através de alambique de cobre desde 2014. O empreendimento está aberto à visitação de segunda a sábado, das 9h às 15h, no Sítio Maristela. O telefone para contato é (12) 99747-1470.

Por Ascom PMC