Com apoio do Estado, Guaratinguetá conquista Centro de Inovação no campus da Unesp

Encontro na FEG marca o credenciamento e implantação do projeto na cidade; iniciativa é aposta para retomada econômica

Encontro realizado na FEG definiu credenciamento do Centro de Inovação Tecnologica; projeto é aposta de Soliva em Guará (Foto: Fabiana Cugolo)

O prefeito Marcus Soliva (PSC) anunciou em suas redes sociais no último dia 17, a implantação do Centro de Inovação em Guaratinguetá. O projeto, que conta com a parceria da Fundunesp (Fundação para o Desenvolvimento da Unesp), terá sua sede dentro do campus da FEG (Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá).

A informação foi divulgada após reunião da comitiva do prefeito com representantes do Estado em São Paulo. Na última sexta-feira (3), durante encontro realizado na FEG, o projeto foi credenciado na Rede Paulista de Centro de Inovação Tecnológica.

A iniciativa tem como principal foco ser um uma incubadora de empresas no modelo Startup, incentivar empreendedores, e capacitar universitários para o ambiente de negócios.

O evento na Unesp de Guaratinguetá reuniu, além do prefeito Marcus Soliva, o secretário de Indústria, Comércio e Gestão de Convênios, que é responsável pelo projeto na Prefeitura, Rodrigo Muassab, o diretor da FEG/Unesp, José Matelli, o diretor da Fatec (Faculdade de Tecnologia Estadual), Sergio Tenório, o presidente da Aceg (Associação Comercial e Empresarial de Guaratinguetá), Guilherme Gigli, e representando a Casa de Leis, a vereadora Rosa Filippo (PSD). Por parte do Estado, o grupo presente contou com a secretária executiva da secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado, Marina Bragante, o presidente da Fundunesp, Edson Capello, e o presidente da Comissão de Inovação da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo), deputado estadual Sérgio Victor (NOVO).

Com o credenciamento na Rede Paulista de Centro de Inovação Tecnológica, e a vistoria do prédio em que será instalado o futuro projeto, o Município tem a expectativa de que o convênio seja publicado no Diário Oficial neste sábado (4).

De acordo com o secretário Rodrigo Muassab, a cidade de Guaratinguetá conta com diferenciais que possibilitaram a participação do Município no programa, como, a universidade pública (Unesp), a agricultura, e a vocação para indústria e turismo, que foi considerada em âmbito regional, em razão das cidades vizinhas que também têm destaque nesses segmentos.

“Buscamos parceiros, como, a Unesp, a Fatec, o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), e a Aceg (Associação Comercial e Empresarial de Guaratinguetá). Foi a partir daí que desenvolvemos um estudo de viabilidade técnica, e nesse estudo colocamos todas as informações que esse programa pede”, explicou.

Com o credenciamento do projeto, a possibilidade de captação de recursos estaduais, federais e da iniciativa privada é facilitada. Segundo Muassab, o munícipio já está em tratativas com deputado estadual Sergio Victor, para o recebimento de uma emenda no valor de R$ 300 mil, que será destinada à adequação do prédio que sediará o Centro de Inovação.

Ainda de acordo com o secretário de Indústria, Comércio e Gestão de Convênios, é esperada a parceria com empresas multinacionais para investimentos financeiros e de que estas instituições também sejam beneficiadas com os trabalhados desenvolvidos no futuro Centro, como, na solução de problemáticas das empresas.
“Vamos apresentar o projeto para multinacionais de Guaratinguetá e região, porque temos no Vale do Paraíba, o Centro de Inovação em apenas dois municípios, em São José dos Campos e Taubaté. Isso entrou como convencimento, pois Guaratinguetá vai atender de Pindamonhangaba a Bananal, vamos atender uma região, será o primeiro do Vale Histórico e da Fé, que vai fortalecer, e muito, a política de inovação nestes munícipios”, destacou o secretário.

A expectativa na cidade é que o lançamento oficial do Centro de Inovação aconteça no Palácio dos Bandeirantes, junto à outras cidades contempladas com o programa. A projeção para início das atividades no projeto é o primeiro semestre de 2022.

Por Fabiana Cugolo | Jornal Atos